sicnot

Perfil

Mundo

Projeções na Holanda dão vitória ao partido do Governo e derrota da extrema-direita

As primeiras projeções de resultados das eleições legislativas holandesas, feitas à boca das urnas, dão a vitória ao partido do Governo (VVD), liderado pelo primeiro-ministro Mark Rutte, e ditam a derrota da extrema-direita (PVV) de Geert Wilders.

As projeções da Ipsos dão a vitória a Rutte e distribuem os assentos parlamentares da seguinte maneira:

VVD (centro-direita; partido no poder) - 31 deputados
PVV (extrema-direita) - 19 deputados
D66 (sociais-democratas) - 19 deputados
CDA (centro-direita) - 19 deputados
Groenlinks (esquerda ecologista) - 16 deputados
SP (esquerda) - 14 deputados
Partido Trabalhista (centro-esquerda) - 9 deputados
CU (centro-direita) - 6 deputados
PvdD (direita liberal) - 5 deputados
50+ (pró-reformados) - 4 deputados
Denk (pró-imigração) - 3 deputados
SGP (direita) - 3 deputados
FvD (direita) - 2 deputados

Rutte deverá cumprir um novo mandato no poder.

Rutte deverá cumprir um novo mandato no poder.

© Michael Kooren / Reuters

O Parlamento holandês tem 150 lugares.

Caso estes resultados se confirmem, o Partido Trabalhista e a extrema-direita serão os maiores derrotados da noite eleitoral, sendo que o partido de Geert Wilders pode terminar no quarto lugar. Já os trabalhistas poderão vir a perder 29 deputados (de 38 em 2012 para 9).

O líder do partido de extrema-direita, Geert Wilders.

O líder do partido de extrema-direita, Geert Wilders.

© Yves Herman / Reuters

As agências de notícias internacionais dão já conta de um ambiente de festa no centro de Amesterdão.

Este foi o ato eleitoral mais participado dos últimos 31 anos, com cerca de 82% dos eleitores a irem às urnas.

Os resultados oficiais devem ser conhecidos apenas ao início da madrugada.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.