sicnot

Perfil

Mundo

Projeções na Holanda dão vitória ao partido do Governo e derrota da extrema-direita

As primeiras projeções de resultados das eleições legislativas holandesas, feitas à boca das urnas, dão a vitória ao partido do Governo (VVD), liderado pelo primeiro-ministro Mark Rutte, e ditam a derrota da extrema-direita (PVV) de Geert Wilders.

As projeções da Ipsos dão a vitória a Rutte e distribuem os assentos parlamentares da seguinte maneira:

VVD (centro-direita; partido no poder) - 31 deputados
PVV (extrema-direita) - 19 deputados
D66 (sociais-democratas) - 19 deputados
CDA (centro-direita) - 19 deputados
Groenlinks (esquerda ecologista) - 16 deputados
SP (esquerda) - 14 deputados
Partido Trabalhista (centro-esquerda) - 9 deputados
CU (centro-direita) - 6 deputados
PvdD (direita liberal) - 5 deputados
50+ (pró-reformados) - 4 deputados
Denk (pró-imigração) - 3 deputados
SGP (direita) - 3 deputados
FvD (direita) - 2 deputados

Rutte deverá cumprir um novo mandato no poder.

Rutte deverá cumprir um novo mandato no poder.

© Michael Kooren / Reuters

O Parlamento holandês tem 150 lugares.

Caso estes resultados se confirmem, o Partido Trabalhista e a extrema-direita serão os maiores derrotados da noite eleitoral, sendo que o partido de Geert Wilders pode terminar no quarto lugar. Já os trabalhistas poderão vir a perder 29 deputados (de 38 em 2012 para 9).

O líder do partido de extrema-direita, Geert Wilders.

O líder do partido de extrema-direita, Geert Wilders.

© Yves Herman / Reuters

As agências de notícias internacionais dão já conta de um ambiente de festa no centro de Amesterdão.

Este foi o ato eleitoral mais participado dos últimos 31 anos, com cerca de 82% dos eleitores a irem às urnas.

Os resultados oficiais devem ser conhecidos apenas ao início da madrugada.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.