sicnot

Perfil

Mundo

Violino roubado há quase 40 anos de volta aos palcos

Um violino Stradivarius, roubado em 1980 e desaparecido até 2015, que pertencia ao músico polaco Roman Totenberg, regressou aos palcos pelas mãos de uma aluna do antigo proprietário.

O violino tinha sido roubado do camarim de Totenberg após um concerto nos Estados Unidos. O músico polaco morreu em 2012, aos 101 anos, e já não pôde reencontrar em vida o seu parceiro de tantos palcos.

O instrumento foi recuperado em 2015, depois de uma mulher o ter dado a familiares de Totenberg, alegando que o tinha herdado do marido, um antigo aluno do músico que era suspeito do roubo do violino, apesar da acusação nunca ter sido formalizada.

Curiosamente, foi também pelas mãos de uma antiga aluna - a chinesa Mira Wang - que o violino voltou a ser tocado publicamente, em Nova Iorque.

© Shannon Stapleton / Reuters

© Shannon Stapleton / Reuters

Em declarações à BBC, Wang manifestou-se grata pela oportunidade de poder trazer o instrumento a público pela primeira vez em tantos anos.

O raro instrumento foi construído na primeira metade do século XVIII e é um dos 500 que restam dos mil violinos feitos por Antonio Stradivari.

© Shannon Stapleton / Reuters

Seth Wenig

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14