sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de taxistas protestam em Espanha contra veículos de aluguer com condutor

Daniel Ochoa de Olza

Vários milhares de taxistas protestaram esta quinta-feira em Madrid e Barcelona, as duas maiores cidades espanholas, contra as práticas "ilegais" e a falta de ação dos responsáveis autárquicos em relação aos veículos de aluguer com condutor.

"São empresas que não pagam impostos nem colaboram em nada com o país. O que fazem é criar escravos, condutores que dormem nos carros para ganhar 900 euros por mês", afirmou na capital espanhola o presidente da Associação dos Grémios de Táxi, Miguel Ángel Leal, citado pela agência Efe.

As associações de taxistas reclamam que a câmara municipal de Madrid cesse imediatamente as negociações com as empresas de veículos de aluguer com condutor."Não estamos contra essas empresas, mas há cada vez mais veículos que não cumprem as normas em vigor.

Queremos concorrer, mas só no caso de todos cumprirem a lei", reclamou Miguel Ángel Leal.Em Barcelona, os taxistas também protestaram contra a liberalização progressiva do setor, que nesta cidade emprega 10.500 pessoas.

Estes profissionais queixam-se do incremento das licenças para os veículos de aluguer com condutor e pedem aos responsáveis pela autarquia para travarem as autorizações de atividade dessas empresas.

Entretanto, também hoje em Madrid, Carlos Lloret, diretor de uma das empresas de aluguer com condutor, a Uber, manifestou a intenção de "convencer os taxistas" de que devem ver a sua companhia "como uma oportunidade".

Para este dirigente, também citado pela Efe, a tecnologia "não implica que o setor atual desapareça", mesmo que seja "compreensível" que "possa haver receio" perante a necessidade de ganhar a vida "num mundo mais digital".

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.