sicnot

Perfil

Mundo

Erdogan apela aos turcos da diáspora na Europa para terem cinco filhos

SEDAT SUNA

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan apelou esta sexta-feira aos turcos da diáspora na Europa para formarem famílias com pelo menos cinco filhos, considerando que seria "a melhor resposta" face "às injustiças" que enfrentam.

"Educai os vossos filhos nas melhores escolas, assegurai-vos que as vossas famílias vivam nos melhores bairros, conduzam os melhores automóveis, vivam nas melhores casas e façam cinco filhos, e não apenas três. Porque vocês são o futuro da Europa", declarou Erdogan, num discurso em Eskisehir, sul de Istambul.

Erdogan emitiu estas declarações no decurso de um comício de campanha para o referendo constitucional de 16 de abril destinado a reforçar os poderes presidenciais.

"Esta será a melhor resposta às injustiças contra vós", acrescentou.

Erdogan tem vindo a denunciar sistematicamente as discriminações de que, na sua perspetiva, são vítimas os turcos, e de forma geral os muçulmanos, na Europa, desde o início de uma crise diplomática com diversos países europeus, em particular a Alemanha e Holanda, após a proibição imposta a ministros turcos de participarem em comícios no âmbito do referendo de abril.

A diáspora turca da Europa inclui milhões de pessoas, e cerca de 2,5 milhões têm direito de voto nos escrutínios turcos.

O Presidente turco, pai de quatro filhos, tinha já exortado em 2016 as mulheres turcas a terem pelo menos três filhos, suscitando críticas dos militantes pelos direitos das mulheres.

Lusa

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40