sicnot

Perfil

Mundo

Morreu o Nobel da Literatura Derek Walcott aos 87 anos

O Nobel da Literatura Derek Walcott morreu esta sexta-feira, aos 87 anos, em casa, em Santa Lucia, nas Antilhas, confirmou a família do poeta à agência Associated Press.

De acordo com o jornal local St. Lucia News Online, Derek Walcott morreu em casa pelas 07:30 locais (11:30 em Lisboa), após doença prolongada.

Derek Walcott, tido pela crítica como um dos maiores poetas caribenhos, foi distinguido com o Nobel da Literatura em 1992 e com o Prémio T.S. Eliot para a Poesia em 2011.O poeta foi distinguido com o Prémio T.S. Eliot pela coleção de poemas "White Egret", uma profunda meditação sobre a morte e o passar do tempo.

Derek Walcott foi professor de poesia na Universidade de Essex, no Reino Unido, entre 2010 e 2013, cargo que lhe foi oferecido depois de ter desistido de uma candidatura a Oxford, na sequência do que classificou como uma campanha de "assassinato de caráter" que fez circular cartas anónimas a recuperar alegações de assédio sexual contra o poeta por uma estudante em Harvard, em 1982.

A poeta Ruth Padel veio a assumir o cargo em Oxford - a primeira mulher a ocupar aquela que é considerada a mais importante posição de poesia no Reino Unido -, mas demitiu-se nove dias depois, por ter sido revelada como a responsável pela divulgação das alegações sobre Walcott, de acordo com notícias publicadas na altura pelo Guardian.

Entre as obras de Walcott, por publicar em Portugal, destacam-se "In a Green Night: Poems 1948-1960" e "Omeros", baseada na "Íliada" e na "Odisseia" de Homero.Questionado sobre o seu método de escrita durante uma entrevista à Paris Review, em 1986, Walcott respondeu que "qualquer tentativa séria de tentar fazer algo que valha a pena é ritualística".

"Não reparei em quais são os meus mecanismos. Mas sei que se uma pessoa pensa que um poema está a surgir - apesar do barulho da máquina de escrever ou do trânsito fora da janela ou seja lá o que for -- há uma retirada, um afastamento para um qualquer tipo de silêncio que afasta tudo em seu redor", disse na altura.

Para o poeta, aquilo que se enfrenta naquele momento "não é uma renovação da sua identidade, mas uma renovação do seu anonimato, de modo a que o que está em frente de si se torne mais importante do que o que o próprio é".

Cofundador da Oficina de Teatro de Trindade, Derek Walcott assinou mais de 20 peças, embora pouco conhecidas, algo que justificou, em entrevista ao Guardian, com o facto de não ser definido como um escritor negro nas Caraíbas, classificação que lhe era aplicada nos Estados Unidos da América ou no Reino Unido.

Lusa

  • Abertura do Festival Literário da Madeira adiada
    4:22

    Cultura

    Foi adiada a abertura do Festival Literário da Madeira, devido às condições meteorológicas adversas, que não permitiram a aterragem de aviões  com os convidados para o primeiro dia. A abertura está agora marcada para esta quarta-feira, mas já sem a presença da Nobel da Literatura, Svetlana Alexievich. A repórter da SIC Carla Carvalho explica as alterações.

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.