sicnot

Perfil

Mundo

Rei de Marrocos nomeia novo primeiro-ministro após impasse político

© Stringer . / Reuters

O rei de Marrocos Mohammed VI nomeou esta sexta-feira o antigo chefe da diplomacia marroquina Saad-Eddine El Othmani como primeiro-ministro, em substituição de Abdelilah Benkirane que não conseguiu formar governo após cinco meses de negociações.

A nomeação de Saad-Eddine El Othmani foi divulgada pelo gabinete real.

Psiquiatra de formação e figura do Partido Justiça e Desenvolvimento (PJD, islâmico), força partidária que liderou de 2004 a 2008, Saad-Eddine El Othmani assumiu a pasta dos Negócios Estrangeiros entre janeiro de 2012 e outubro de 2013. Abdelilah Benkirane, atual secretário-geral do PJD, foi afastado na quarta-feira pelo rei marroquino.

À frente do governo desde a vitória histórica do PJD nas legislativas de 2011, no seguimento da Primavera Árabe (vaga revolucionária que abalou vários países do mundo árabe nesse ano), Abdelilah Benkirane ganhou as eleições legislativas em outubro de 2016 e foi reconduzido como primeiro-ministro.

No entanto, e após cinco meses de negociações intensas, não conseguiu formar uma coligação governamental.Saad-Eddine El Othmani, que deixou a pasta da diplomacia marroquina em outubro de 2013 após uma remodelação governamental, era apontado pela imprensa local como o favorito para substituir Benkirane.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38