sicnot

Perfil

Mundo

Rei de Marrocos nomeia novo primeiro-ministro após impasse político

© Stringer . / Reuters

O rei de Marrocos Mohammed VI nomeou esta sexta-feira o antigo chefe da diplomacia marroquina Saad-Eddine El Othmani como primeiro-ministro, em substituição de Abdelilah Benkirane que não conseguiu formar governo após cinco meses de negociações.

A nomeação de Saad-Eddine El Othmani foi divulgada pelo gabinete real.

Psiquiatra de formação e figura do Partido Justiça e Desenvolvimento (PJD, islâmico), força partidária que liderou de 2004 a 2008, Saad-Eddine El Othmani assumiu a pasta dos Negócios Estrangeiros entre janeiro de 2012 e outubro de 2013. Abdelilah Benkirane, atual secretário-geral do PJD, foi afastado na quarta-feira pelo rei marroquino.

À frente do governo desde a vitória histórica do PJD nas legislativas de 2011, no seguimento da Primavera Árabe (vaga revolucionária que abalou vários países do mundo árabe nesse ano), Abdelilah Benkirane ganhou as eleições legislativas em outubro de 2016 e foi reconduzido como primeiro-ministro.

No entanto, e após cinco meses de negociações intensas, não conseguiu formar uma coligação governamental.Saad-Eddine El Othmani, que deixou a pasta da diplomacia marroquina em outubro de 2013 após uma remodelação governamental, era apontado pela imprensa local como o favorito para substituir Benkirane.

Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.