sicnot

Perfil

Mundo

Trump recusa apertar a mão de Merkel

Trump recusa apertar a mão de Merkel

Donald Trump volta a dar que falar. Durante a visita de Angela Merkel aos Estados Unidos da América, o Presidente norte-americano recusou apertar a mão da Chanceler alemã. O vídeo mostra o momento desconfortável, quando Merkel olha várias vezes para Trump, mas este nem sequer vira a cara para a Chanceler.

O momento polémico aconteceu esta sexta-feira, na Casa Branca. Os jornalistas estavam à espera do cumprimento protocolar entre os dois líderes, mas este nunca chegou a acontecer.

Por esta sala, já passaram vários líderes mundiais que passaram pelo protocolo de apertar a mão ao Presidente norte-americano. (Ver galeria)

  • Encontro de Trump e Merkel marcado por evidentes divergências
    2:26

    Mundo

    Angela Merkel reuniu-se esta sexta-feira pela primeira vez com Donald Trump. Apesar do clima de cordialidade, na conferência de imprensa conjunta ficaram evidentes as divergências. O Presidente dos Estados Unidos da América ignorou o pedido para mais um aperto de mão à Chanceler da Alemanha. Os dois líderes abordaram questões de economia, cooperação da NATO e o combate ao terrorismo.

  • Trump diz que imigração é "um privilégio e não um direito"
    0:28

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos falou sobre o tema da imigração e sublinhou a ideia de que "é um privilégio e não um direito". Angela Merkel, que está de visita os Estados Unidos, também falou sobre o tema e defendeu que a livre circulação de pessoas é possível se continuar a luta contra os traficantes de pessoas. Merkel afirmou ainda que é preciso continuar com esforços para pôr fim aos conflitos que originam milhões de refugiados.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.