sicnot

Perfil

Mundo

Atacante abatido em aeroporto de Paris

CHRISTOPHE PETIT TESSON

Um homem foi hoje abatido pelas forças de segurança no aeroporto de Orly, em Paris, depois de ter tentado tirar uma arma a um militar da brigada antiterrorismo. Hora antes, o mesmo homem tinha fugido a uma operação stop, disparando contra a polícia.

Última atualização às 12:15

O atacante é a única vítima mortal. O porta-voz do Ministério do Interior garantiu ainda que não resultaram feridos do incidente, que aconteceu cerca das 8:30 locais (7:30 em Lisboa), no terminal Sul do aeroporto:

"Um homem arrebatou uma arma a um militar e depois refugiou-se numa loja do aeroporto antes de ser abatido pelas forças de segurança".

À porta do aeroporto várias testemunhas relataram os momentos de pânico que se viveram depois de terem ouvido pelo menos três tiros.

O próprio ministro do Interior, no local, também já confirmou que o homem abatido também esteve envolvido noutro tiroteio esta manhã no norte da capital francesa, ao fugir de uma operação stop.

O homem foi mandado parar num posto de controlo, em Stains, e disparou contra a polícia. Um agente ficou ferido. O homem, um muçulmano radicalizado já conhecido das autoridades, roubou ainda o carro de uma mulher.

Aeroporto condicionado

Logo após do incidente, o aeroporto no sul da capital francesa foi evacuado por uma questão de segurança. Cerca de 3.000 pessoas foram retiradas do terminal Sul, enquanto os passageiros do terminal Oeste foram confinados, precisou o porta-voz do Ministério do Interior francês, Pierre-Henri Brandet.

Entretanto, o terminal Oesta já foi reaberto. O terminal Sul deverá continuar encerrado até logo à noite

O tráfego áereo chegou a ser "completamente interrompido" em todo o aeroporto, segundo a aviação civil. Os voos estão a ser redirecionados.

Dois voos da TAP com destino a Paris-Orly tiveram já de ser divergidos para a pista de Charles de Gaulle. A ANA- Aeroportos aconselha os passageiros com destino àquele aeroporto a verificarem o estado dos voos.

CHRISTOPHE PETIT TESSON

© Christian Hartmann / Reuters

O incidente aconteceu no terminal 1 cerca das 8:30 locais (7:30 em Lisboa). No local está um forte dispositivo policial.

Foi montado um perímetro de segurança e as autoridades pedem às pessoas que se afastem do local.

© Gonzalo Fuentes / Reuters

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.