sicnot

Perfil

Mundo

Avião com mais de 40 pessoas a bordo despenha-se no Sudão do Sul

Um avião comercial com 45 pessoas a bordo despenhou-se esta segunda-feira no momento da aterragem no aeroporto da cidade de Wau, noroeste do Sudão do Sul, mas não se registaram vítimas mortais, referiram responsáveis locais.

O responsável pelo aeroporto, Stephen Youngule, garantiu que todos os passageiros e tripulação sobreviveram ao embate. O avião terá tocado no solo, e voltou a ser projetado antes de se imobilizar e incendiar.

Youngule disse que uma das saídas de emergência foi acionada, permitindo que todas os passageiros fossem retirados, alguns com ferimentos.

"Recebemos 14 doentes que foram hospitalizados com urgência e o seu estado é considerado estável", declarou o ministro da Informação do estado de Wau, Bona Gaudensio.

"O tempo não está bom. A visibilidade não tem estado boa e (o avião) estava a aterrar de leste para oeste quando caiu fora da pista. Penso que o piloto não estava a ver bem a pista", disse Paul Charles, engenheiro no aeroporto de Wau, no noroeste do país.

As imagens que circulam nas redes sociais mostram um fumo negro e espesso a sair do avião que ficou quase totalmente destruído exceto na cauda, onde pode ver-se o emblema da companhia aérea local South Supreme Airlines.

O avião efetuava a ligação entre a capital do país, Juba, e Wau, e uma fonte aeroportuária também atribuiu o acidente às más condições meteorológicas.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC