sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas descobrem maneira de carregar telemóvel com panela ao lume

Um novo material descoberto por engenheiros da universidade norte-americana do Utah permite usar joias para gerar eletricidade a partir do calor corporal ou carregar um telemóvel utilizando o calor gerado por uma panela ao lume.

Combinando cálcio, cobalto e térbio, a equipa liderada pelo professor de engenharia Ashutosh Tiwari descobriu uma maneira eficiente, barata e amiga do ambiente de gerar eletricidade através de um processo termoelétrico que usa ar quente e ar frio.


O efeito termoelétrico acontece quando a diferença de temperaturas num material gera corrente elétrica. Basta haver um grau de diferença para as partículas com carga elétrica viajarem do lado quente para o lado frio.


"Não há químicos tóxicos no processo", afirmou o primeiro autor do estudo publicado hoje na revista Scientific Reports, Shrikant Saini.
Esta tecnologia pode ser aplicada a joias que usam o calor do corpo para alimentar sensores como monitores de glucose ou cardíacos, a panelas capazes de carregar dispositivos móveis, ou a carros, utilizando o calor do motor.


Os autores da descoberta afirmam ainda que poderia ser usada para tornar as centrais elétricas mais eficazes, reaproveitando o calor que produzem em conjunto com o ar frio do ambiente.


Tiwari destacou ainda que seria especialmente útil em países onde a eletricidade escasseia e a única fonte de energia é o calor.


A Universidade já pediu a patente do material e vai começar a usá-la em carros e biossensores.

Lusa

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Cogumelos alucinogénios entre as drogas mais seguras

    Mundo

    Os cogumelos alucinogénios são considerados uma das drogas mais seguras, quando consumidos para fins recreativos. A conclusão é avançada no Global Drug Survey, um estudo anual divulgado esta quarta-feira sobre os hábitos de consumo de drogas de quase 120 mil pessoas em 50 países.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.