sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos um polícia morto em ataque no Egito

Pelo menos um polícia morreu e quatro ficaram feridos esta terça-feira, num ataque junto ao Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina, no Monte Sinai, no Egipto. Vários homens armados terão disparado sobre um ponto de controlo da polícia, ao lado do mosteiro.

Última atualização 22:00

A informação está a ser avançada pela televisão estatal egípcia.

Este ataque acontece uma semana depois do duplo atentado em igrejas coptas, reivindicado pelo Daesh, e que matou 45 pessoas.

Os factos ocorreram na zona de controlo da segurança do mosteiro, de acordo com a mesma fonte, que não conseguiu precisar qual foi a causa dos tiros.

Não foi fornecida qualquer outra informação sobre o incidente.

"Uma pessoa foi morta, enquanto quatro outras foram mortas", declarou à televisão estatal egípcia um responsável do ministério da Saúde na província do Sinai do Sul, que referiu que os feridos estão estáveis e foram transferidos para a cidade vizinha de Sharm el-Sheikh, uma famosa estância turística.

O mosteiro de Santa Catarina situa-se na província do Sinai do Sul, cerca de 500 quilómetros a leste da capital egípcia, Cairo, e trata-se de um local muito frequentado por turistas egípcios e estrangeiros.

Desde a destituição, pelo Exército, do Presidente islamista Mohammed Morsi, em 2013, o norte da península do Sinai é palco de atentados perpetrados por 'jihadistas', principalmente dirigidos contra a polícia e os militares.

O ramo egípcio do grupo radical Estado Islâmico reivindicou um atentado que matou, em 31 de outubro de 2015, os 224 ocupantes de um avião que transportava turistas russo, que regressavam da estância balnear de Sharm el-Sheikh.

Com Lusa

  • Atentados no Egito fazem 43 mortos
    3:01

    Mundo

    O Daesh reivindicou os atentados deste domingo contra cristãos coptas, no Egipto. Pelo menos 43 pessoas morreram nas explosões em duas igrejas, em Alexandria e Tanta.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.