sicnot

Perfil

Mundo

Autoridade eleitoral turca rejeita recursos da oposição a exigir a anulação do referendo

Yagiz Karahan

O Alto Conselho Eleitoral (YSK) da Turquia rejeitou esta quarta-feira os recursos apresentados pela oposição a exigir a anulação do referendo de domingo sobre o reforço dos poderes do Presidente Recep Tayyip Erdogan, divulgaram os meios de comunicação locais.

A oposição turca denunciou "manipulações" no escrutínio e contestou uma decisão de última hora do YSK, a mais alta instância eleitoral da Turquia, que considerou como válidos os boletins de voto não marcados com o selo oficial das autoridades eleitorais.

Dez membros do YSK votaram contra a anulação da consulta pública e apenas um elemento do órgão eleitoral votou a favor, segundo noticiou o canal de televisão privado NTV.

O "Sim" ao reforço dos poderes do Presidente turco venceu o referendo de domingo com 51,4%, de acordo com uma contagem provisória divulgada pelos meios de comunicação oficiais turcos.

Numa reação à decisão do YSK, o vice-presidente do principal partido da oposição turca (CHP), Bulent Tezcan, afirmou, em declarações ao canal de televisão CNN-Turk, que a posição do órgão eleitoral poderá provocar uma "grave crise de legitimidade".

"Vamos ativar todos os meios legais", disse o representante, acrescentando que o partido vai estabelecer um plano de ação após ter consultado especialistas em Direito, encontros que estão previstos para quinta-feira.

Uma missão conjunta de observadores da Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) e da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa considerou que o escrutínio "não correspondeu aos padrões" europeus e sublinhou que a campanha prévia à consulta pública decorreu num "campo de jogo que não estava nivelado".

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugueses passam mais de oito horas por semana ao volante
    0:59

    País

    Os portugueses gastam, em média, oito horas em deslocações durante a semana. Um estudo do Observatório Europeu da Mobilidade, divulgado hoje, diz ainda que a grande maioria prefere o automóvel como meio de transporte. Entre os países europeus, Portugal é líder na utilização do carro para deslocação para o trabalho.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • PCP abre debate quizenal com assuntos laborais e sociais

    País

    Um dia depois da sessão solene do 25 de Abril, os deputados regressam hoje ao parlamento para mais um debate quinzenal com o primeiro-ministro, que será seguido por uma discussão sobre o Conselho Europeu extraordinário de sábado. Acompanhe aqui em direto às 15h00 e Minuto a Minuto.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.