sicnot

Perfil

Mundo

Mortes na Califórnia motivadas por ódio racial

FRESNO POLICE DEPARTMENT / HANDOUT

O homem que na terça-feira matou a tiro três pessoas na cidade californiana de Fresno, EUA, fê-lo motivado por ódio racial contra os brancos, indicou esta quarta-feira o chefe da polícia local, Jerry Dyer.

Kori Ali Muhammad, afro-americano de 39 anos, disparou contra as três vítimas aparentemente ao acaso, depois de tentar matar uma outra pessoa.

Tudo ocorreu em menos de dois minutos e em quatro locais num único quarteirão. O suspeito foi depois detido pela polícia, enquanto gritava "Allahu Akbar" (Deus é grande, em árabe).

"Não cremos que se trate de um ato terrorista. Isto está apenas baseado na raça", disse Dyer aos jornalistas.

Muhammad começou por se aproximar de um camião, disparando contra o funcionário da Pacific Gas & Electric Co. que estava sentado no lugar do passageiro.

O condutor do camião, um latino, acelerou em direção à esquadra da polícia, mas o trabalhador, um branco de 34 anos, acabou por morrer.

Muhammad disparou depois contra outra pessoa, mas falhou, acabando por alvejar outro homem, de 37 anos, que caminhava no passeio com um saco de compras.

A última vítima foi um homem de 58 anos, que se encontrava num parque de estacionamento.

Jerry Dyer disse que Muhammad se aproximou de um veículo entre os disparos, mas poupou a vida de duas mulheres que se encontravam no interior com uma criança. As duas eram latinas.

"Estas pessoas que foram escolhidas não fizeram nada para merecer o que lhes aconteceu" disse Dyer. "Foram ataques sem motivo cometidos por um indivíduo que tinha a intenção de fazer homicídios. Foi o que fez", afirmou.

Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.