sicnot

Perfil

Mundo

Proprietário proíbe entrada a jovens negros em loja na Austrália

O dono de uma loja de conveniência em Melbourne, na Austrália, diz ter sido forçado a proibir a entrada de jovens negros no estabelecimento depois de estes lhe estarem "sempre a roubar". O caso está a gerar polémica.

A imprensa australiana conta que o cartaz foi afixado na sexta-feira passada. Nele pode ler-se a mensagem: "Proibida a entrada a negros entre os 14 e 18 anos de idade e a cães. Porque os jovens negros roubam sempre".

Twitter

O caso começou imediatamente a gerar polémica, principalmente nas redes sociais, onde muitas pessoas apelidaram o proprietário de "racista".

Em declarações à cadeia televisiva australiana 7 News, o dono explica que a decisão de colocar o cartaz foi impulsiva, depois de mais uma confrontação com jovens que estavam alegadamente a roubar artigos da loja.

Um dos momentos foi captado pelas câmaras de videovigilância e é aqui explicado, nesta reportagem da 7 News:

O polémico cartaz já foi entretanto retirado, isto também depois de um porta-voz da polícia ter reiterado que "não se identifica com a linguagem" utilizada e ter considerado a mensagem "inapropriada".

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40