sicnot

Perfil

Mundo

Proprietário proíbe entrada a jovens negros em loja na Austrália

O dono de uma loja de conveniência em Melbourne, na Austrália, diz ter sido forçado a proibir a entrada de jovens negros no estabelecimento depois de estes lhe estarem "sempre a roubar". O caso está a gerar polémica.

A imprensa australiana conta que o cartaz foi afixado na sexta-feira passada. Nele pode ler-se a mensagem: "Proibida a entrada a negros entre os 14 e 18 anos de idade e a cães. Porque os jovens negros roubam sempre".

Twitter

O caso começou imediatamente a gerar polémica, principalmente nas redes sociais, onde muitas pessoas apelidaram o proprietário de "racista".

Em declarações à cadeia televisiva australiana 7 News, o dono explica que a decisão de colocar o cartaz foi impulsiva, depois de mais uma confrontação com jovens que estavam alegadamente a roubar artigos da loja.

Um dos momentos foi captado pelas câmaras de videovigilância e é aqui explicado, nesta reportagem da 7 News:

O polémico cartaz já foi entretanto retirado, isto também depois de um porta-voz da polícia ter reiterado que "não se identifica com a linguagem" utilizada e ter considerado a mensagem "inapropriada".

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • "Podemos ser atendidos por um médico branco?"
    0:58