sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal da ONU rejeita pedido de Kiev para impedir apoio russo aos rebeldes

Cruza-se a fronteira, chegamos à Europa e são cada vez menos as diferenças. A Ucrânia foi, este ano, um dos principais palcos de protestos pró e anti-Rússia.

© Gleb Garanich / Reuters

O rejeitou esta quarta-feira o pedido da Ucrânia de medidas para impedir o apoio russo aos rebeldes no leste do país, mas impôs medidas para controlar a discriminação, por Moscovo, de minorias étnicas na Crimeia.

O tribunal das Nações Unidas afirmou também esta quarta-feira que espera que Moscovo e Kiev trabalhem juntos para implementar os acordos de Minsk, desenhados para pacificar o leste da Ucrânia, envolvido num conflito.

No mês passado, a Ucrânia acusou a Rússia de "apoiar o terrorismo" perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ), a quem pediu medidas para que Moscovo deixe de financiar as milícias que atuam no leste do país e para que pare a discriminação contra minorias étnicas na Crimeia, anexada pela Rússia em 2014. Os advogados da Rússia rejeitaram as acusações.

A sentença desta quarta-feira é uma decisão preliminar que visa preservar os direitos da Ucrânia enquanto o caso principal, que poderá demorar anos, prossegue no tribunal.

O TIJ foi criado em 1945 para regular disputas entre países. As forças ucranianas têm vindo a combater os separatistas pró-russos do leste do país desde abril de 2014, um conflito que já matou mais de 9.800 pessoas.

O conflito entre o Governo ucraniano, pró-europeu, e os separatistas começou um mês depois da anexação da península da Crimeia por parte da Rússia.

Os russos entraram na Crimeia após a chegada ao poder dos pró-europeus, em finais de 2013, afastando o então Presidente pró-russo, Viktor Ianukovitch.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17