sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal da ONU rejeita pedido de Kiev para impedir apoio russo aos rebeldes

Cruza-se a fronteira, chegamos à Europa e são cada vez menos as diferenças. A Ucrânia foi, este ano, um dos principais palcos de protestos pró e anti-Rússia.

© Gleb Garanich / Reuters

O rejeitou esta quarta-feira o pedido da Ucrânia de medidas para impedir o apoio russo aos rebeldes no leste do país, mas impôs medidas para controlar a discriminação, por Moscovo, de minorias étnicas na Crimeia.

O tribunal das Nações Unidas afirmou também esta quarta-feira que espera que Moscovo e Kiev trabalhem juntos para implementar os acordos de Minsk, desenhados para pacificar o leste da Ucrânia, envolvido num conflito.

No mês passado, a Ucrânia acusou a Rússia de "apoiar o terrorismo" perante o Tribunal Internacional de Justiça (TIJ), a quem pediu medidas para que Moscovo deixe de financiar as milícias que atuam no leste do país e para que pare a discriminação contra minorias étnicas na Crimeia, anexada pela Rússia em 2014. Os advogados da Rússia rejeitaram as acusações.

A sentença desta quarta-feira é uma decisão preliminar que visa preservar os direitos da Ucrânia enquanto o caso principal, que poderá demorar anos, prossegue no tribunal.

O TIJ foi criado em 1945 para regular disputas entre países. As forças ucranianas têm vindo a combater os separatistas pró-russos do leste do país desde abril de 2014, um conflito que já matou mais de 9.800 pessoas.

O conflito entre o Governo ucraniano, pró-europeu, e os separatistas começou um mês depois da anexação da península da Crimeia por parte da Rússia.

Os russos entraram na Crimeia após a chegada ao poder dos pró-europeus, em finais de 2013, afastando o então Presidente pró-russo, Viktor Ianukovitch.

Lusa

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres.Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11

    Mundo

    Um barco de turismo naufragou na Colômbia, ontem à tarde. A bordo estavam cerca de 170 passageiros. Há pelo menos seis mortos confirmados e 28 pessoas continuam desaparecidas. O barco afundou-se ao largo de uma barragem, perante o olhar incrédulo de dezenas de pessoas.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.