sicnot

Perfil

Mundo

Trump recebe líder da Autoridade Palestiniana a 3 de maio

POOL New

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai receber o líder da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, no próximo dia 3 de maio para tentar relançar as negociações de paz no Médio Oriente, divulgou esta quarta-feira a Casa Branca.

Espera-se que os dois líderes abordem opções para a pacificação das relações entre os palestinianos e Israel.

"Esta visita vai permitir reafirmar o compromisso dos Estados Unidos, como dos líderes palestinianos, de procurar - e eventualmente de concluir - um acordo visando o fim do conflito", declarou o porta-voz da administração norte-americana, Sean Spicer, durante a habitual conferência de imprensa diária na Casa Branca.

Trump convidou Mahmud Abbas durante o seu primeiro contacto telefónico com o líder palestiniano, que aconteceu no passado dia 10 de março.

Este encontro acontece mais de dois meses depois da primeira reunião presencial entre Trump e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, que teve lugar a 15 de fevereiro em Washington.

Durante o encontro com Netanyahu, Donald Trump pareceu distanciar-se da ideia da criação de um Estado palestiniano para alcançar a paz no Médio Oriente, rompendo com décadas de diplomacia norte-americana e internacional.

"Estou a avaliar a possibilidade de dois Estados e de um Estado", disse então.

"Gosto da solução que os dois lados gostarem. Se eles estiverem contentes eu também estou", acrescentou na mesma ocasião com Netanyahu ao seu lado.

Ao mesmo tempo, o líder norte-americano frisou que gostaria de ver Israel a adiar a construção de colonatos durante algum tempo e fontes de Washington alertaram que a expansão "descontrolada" dos colonatos israelitas poderia ser um obstáculo à paz.

A ambiguidade de Trump em relação a este dossiê tem gerado preocupação entre os palestinianos e os países-membros da Liga Árabe, que na sua última cimeira reagiram à posição de Washington e sublinharam o seu apoio à criação de um Estado palestiniano.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15