sicnot

Perfil

Mundo

Vinagre como remédio para as picadas das alforrecas em Espanha é adverso

O uso do vinagre como remédio para as picadas das alforrecas, nas costas espanholas, é adverso, a melhor solução é limpar a área afetada com água salgada, alertou esta quarta-feira o instituto de Ciências do Mar de Barcelona.

Em comunicado, os biólogos do instituto de Ciências do Mar (ICM-CSIC) de Barcelona fizeram este aviso depois da publicação de um artigo científico na revista 'online' suíça "Toxins", realizado pela universidade do Havai.

O estudo foi feito com duas espécies de alforrecas - animal aquático de corpo mole e gelatinoso, com tentáculos que, após o contacto, podem injetar uma espécie de espinho - muito perigosas que habitam na costa do Havai e da Austrália.

Tratam-se das alforrecas da classe 'Cubozoa', a 'alatina alata', que habita nas costas do Havai, e a espécie de alforreca mais perigosa do mundo 'Chironex fleckeri', comum nas águas australianas.

"Nenhuma destas espécies de alforrecas se encontram nas águas espanholas, lá só habitam espécies de alforrecas que não têm o perigo das espécies tropicais citadas", explicaram os biólogos do ICM-CSIC.

As investigações da universidade do Havai, realizadas utilizando novos ensaios, confirmam os efeitos positivos do uso do vinagre nas picadas das alforrecas muito perigosas.

No entanto, as espécies que habitam as costas espanholas, e que chegam à portuguesa, não pertencem a esta classe de alforrecas perigosas, geralmente, só fazem pequenas picadas.

São na maioria da classe 'Schyphozoa', como por exemplo a espécie 'Pelagia noctiluca'.Os resultados preliminares do projeto concluíram que, em caso de uma picada pela 'Pelagia noctiluca', a aplicação do vinagre "é contraproducente porque provoca a descarga imediata das células urticantes [células capazes de injetar um espinho minúsculo] ", disseram os investigadores.

Pelo contrário, a aplicação de água do mar "não gera a descarga das células urticantes, por isso este é o remédio recomendado para a picada das alforrecas [nas costas espanholas] ", acrescentaram.

O hospital Clínico de Barcelona e o ICM-CSIC realizam este projeto de investigação com o apoio da fundação bancária "A Caixa", na qual se estuda a eficácia dos remédios contra as picadas das alforrecas.

Lusa

  • "Tempestade de fogo" ameaça habitações em Aldeia Galega
    2:41
  • Pedrógão e o Governo das culpas dos outros

    Opinião

    Depois das revelações do ‘Expresso’ e do ‘i’, o primeiro-ministro e os ministros saíram à rua com uma estratégia muito bem definida: desmentir a existência de listas secretas e centrar as atenções no Ministério Público. Ao mesmo tempo, nas redes sociais, está em curso (mais) uma campanha contra os jornalistas. Os anónimos, com cartão de militante, que escrevem nessas páginas acusam os jornais das “mais rebuscadas teorias da conspiração”. Nada de novo portanto.

    Bernardo Ferrão

  • "Se alguém tem conhecimento de mais vítimas deve comunicar de imediato à PJ e ao MP"
    0:48
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34