sicnot

Perfil

Mundo

Vinagre como remédio para as picadas das alforrecas em Espanha é adverso

O uso do vinagre como remédio para as picadas das alforrecas, nas costas espanholas, é adverso, a melhor solução é limpar a área afetada com água salgada, alertou esta quarta-feira o instituto de Ciências do Mar de Barcelona.

Em comunicado, os biólogos do instituto de Ciências do Mar (ICM-CSIC) de Barcelona fizeram este aviso depois da publicação de um artigo científico na revista 'online' suíça "Toxins", realizado pela universidade do Havai.

O estudo foi feito com duas espécies de alforrecas - animal aquático de corpo mole e gelatinoso, com tentáculos que, após o contacto, podem injetar uma espécie de espinho - muito perigosas que habitam na costa do Havai e da Austrália.

Tratam-se das alforrecas da classe 'Cubozoa', a 'alatina alata', que habita nas costas do Havai, e a espécie de alforreca mais perigosa do mundo 'Chironex fleckeri', comum nas águas australianas.

"Nenhuma destas espécies de alforrecas se encontram nas águas espanholas, lá só habitam espécies de alforrecas que não têm o perigo das espécies tropicais citadas", explicaram os biólogos do ICM-CSIC.

As investigações da universidade do Havai, realizadas utilizando novos ensaios, confirmam os efeitos positivos do uso do vinagre nas picadas das alforrecas muito perigosas.

No entanto, as espécies que habitam as costas espanholas, e que chegam à portuguesa, não pertencem a esta classe de alforrecas perigosas, geralmente, só fazem pequenas picadas.

São na maioria da classe 'Schyphozoa', como por exemplo a espécie 'Pelagia noctiluca'.Os resultados preliminares do projeto concluíram que, em caso de uma picada pela 'Pelagia noctiluca', a aplicação do vinagre "é contraproducente porque provoca a descarga imediata das células urticantes [células capazes de injetar um espinho minúsculo] ", disseram os investigadores.

Pelo contrário, a aplicação de água do mar "não gera a descarga das células urticantes, por isso este é o remédio recomendado para a picada das alforrecas [nas costas espanholas] ", acrescentaram.

O hospital Clínico de Barcelona e o ICM-CSIC realizam este projeto de investigação com o apoio da fundação bancária "A Caixa", na qual se estuda a eficácia dos remédios contra as picadas das alforrecas.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.