sicnot

Perfil

Mundo

Guilherme Rosa é o primeiro português a ser eleito vice mayor em Londres

Guilherme Rosa tomou posse na quarta-feira como vice 'mayor' da autarquia de Lambeth, em Londres, tornando-se no primeiro português a assumir este cargo no Reino Unido.

O 'mayor' é uma figura representativa das autoridades locais [council] , eleito entre os vereadores e que tem essencialmente funções protocolares e de direção de reuniões, mas sem influência na gestão executiva da autarquia.

O vice 'mayor' tem como missão apoiar o mayor, cujo cargo passou a ser ocupado também deste quarta-feira por Marcia Cameron, numa cerimónia que decorreu ao final da tarde numa escola secundária onde se realizou uma reunião plenária municipal.

Esta é a primeira vez que um cidadão português é nomeado para este posto no Reino Unido. Guilherme Rosa, que foi eleito em 2014, irá ajudar a colega do partido Trabalhista, comparecendo em acontecimentos públicos, como inaugurações, eventos de cariz comunitário e visitas oficiais em representação de Lambeth.

Porém, o português quer aproveitar esta posição de um ano para dar continuidade e potenciar o apelo à comunidade portuguesa e lusófona para se integrarem e envolverem mais ativamente na vida e sociedade local britânica.

"Quero fazer mais um esforço para as pessoas se envolverem mais na vida local no sentido de existir uma maior representação dos portugueses", disse hoje à agência Lusa.

O vereador eleito pela freguesia [ward] de Stockwell, onde vive e trabalha uma numerosa comunidade portuguesa, quer alargar o seu trabalho aos europeus e procurar que estes participem na discussão dos seus futuros direitos após a saída do Reino Unido da UE.

"O motivo de candidatura foi fazer campanha cívica no contexto do 'Brexit', no sentido de incitar à coesão social, dando bons exemplos, criando iniciativas e ideias e fazer um trabalho de aproximação a estas comunidades", acrescentou.

Guilherme Rosa, que está no ano final do mandato, referiu que o vice 'Mayor' tem tradicionalmente um "papel positivo e pouco conflituoso", mas que é prestigiado e dá visibilidade.

"Nos últimos anos tem sido dado às minorias étnicas.

É simbólico, mas é uma forma de a câmara reconhecer presença da comunidade portuguesa", afirmou.

Lambeth, situado no sul de Londres e com uma população superior a 320 mil habitantes, é uma das 32 autarquias que fazem parte da área administrativa da Grande Londres, tendo poderes em matérias como habitação, planeamento urbano, serviços sociais, educação e outros serviços públicos.

Estima-se que residam em Lambeth entre 30 mil a 35 mil portugueses, perto de 10% do total de habitantes.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.