sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 400 detidos após manifestação anti-Maduro

Carlos Eduardo Ramirez

Mais de 400 pessoas foram detidas pelas autoridades venezuelanas após as manifestações contra o Presidente Nicolás Maduro esta quarta-feira, que foram reprimidas pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar). Segundo o diretor da organização não-governamental Foro Penal Venezuelano a repressão está a aumentar na Venezuela.

"Está a aumentar o número de detidos que estamos a registar. São mais de 400 a nível nacional", anunciou Gonzalo Himiob, através da sua conta no Twitter.

Segundo o responsável, foram detidos manifestantes em Caracas e nos estados de Nova Esparta, Táchira, Carabobo, Miranda, Anzoátegui, Bolívar, Arágua, Barinas, Cojedes, Monágas e Zúlia.

As rádios locais dão conta que na noite de quarta-feira (manhã de hoje em Lisboa) as autoridades terão detido um número indeterminado de pessoas que tomaram as ruas do município Santo António de Los Altos (sul de Caracas), em protesto pela repressão policial contra manifestantes opositores.

Os manifestantes colocaram barricadas e atacaram vários funcionários da GNB.No Twitter, muitos divulgaram uma foto de um tanque militar incendiado por manifestantes.


Lusa

  • Dois mortos em protestos pró e anti-Maduro
    1:55

    Mundo

    Dois jovens foram mortos a tiro esta quarta-feira durante as manifestações na Venezuela. A capital do país, Caracas, foi palco de dois protestos a favor e contra Nicolás Maduro. As imagens mostram milhares de pessoas nas ruas e a grande tensão entre a polícia e os manifestantes.

  • Jovem baleado em manifestações de Caracas 

    Mundo

    Um jovem terá sido baleado na cabeça durante as manifestações desta quarta-feira em Caracas, na Venezuela. A informação está a ser avançada pela agência de notícias espanhola EFE que tem repórteres no local.

  • Maduro quer expandir milícias armadas
    0:48

    Mundo

    O Presidente da Venezuela aprovou a compra de 500 mil espingardas para aumentar o número de civis envolvidos em milícias armadas, numa altura em que a tensão no país não pára de crescer. Nicolás Maduro anunciou-a durante a celebração do sétimo aniversário da Milícia Nacional Bolivariana.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17