sicnot

Perfil

Mundo

Agente deixa arma carregada em casa de banho de avião

Christian Charisius

No passado dia 6 de abril uma agente dos Air Marshal dos Estados Unidos esqueceu-se da arma carregada na casa de banho de um avião, durante um voo entre Inglaterra e Nova Iorque.

A arma foi encontrada por um passageiro que posteriormente a entregou a um membro da tripulação.

A agente, que tinha sido contratada recentemente, deveria ter reportado de imediato o incidente aos seus superiores, mas só o fez alguns dias depois, relata o jornal norte-americano The New York Times.

Poucos dias depois do episódio da 'arma esquecida', a mulher foi destacada para fazer a segurança de um outro voo. Segundo os colegas e ex-agentes federais, a agente cometeu um erro muito grave e deveria ter sido castigada com um processo disciplinar e a abertura de uma investigação.

Um ex-agente federal dos Air Marshal, Craig Sawyer, relatou ao The New York Times "Não podemos ter pessoas incapazes a deixar armas nas casas de banho".

Não é a primeira vez que os serviços de segurança aéreos dos Estados Unidos são falados por motivos 'menos bons'. O caso de Robert MacLean é dos mais recentes. MacLean era um agente da Air Marshal que foi despedido por revelar a um jornalista que a empresa ia reduzir o número de agentes por voo.

Numa altura em que se fala muito da ameaça do Daesh, a segurança dos voos para os Estados Unidos está mais apertada que nunca. A última medida aplicada foi a proibição de transportar portáteis, tablets, câmaras forográficas e outros dispositivos móveis nas cabines de voos procedentes de alguns países do Médio Oriente e Norte de África. Os aparelhos apenas poderão ser transportados no porão.

Esta é uma medida que surge depois dos serviços de informação norte-americanos descobrirem que o Daesh estava a planear atques a aviões comerciais com recurso a dispositivos móveis.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.