sicnot

Perfil

Mundo

Empresário português desaparecido desde domingo na Suazilândia

Suazilândia

Mike Hutchings

Um empresário português está desaparecido desde domingo na Suazilândia, um caso que está a ser investigado pela polícia e a mobilizar a comunidade local, disse esta sexta-feira à Lusa fonte consular que acompanha a situação.

Almor Simões Oliveira, 77 anos, natural de Oliveira do Bairro, reside há várias décadas no pequeno país situado entre a África do Sul e Moçambique e desapareceu sem que tenha havido mais contactos.

O cidadão português ligado ao setor industrial vive com a mulher e é um dos empresários "mais prestigiados" na comunidade, na cidade de Matsapha, disse à Lusa o cônsul-geral de Portugal em Maputo, Frederico Silva.

Os serviços do consulado português na capital moçambicana "estão a acompanhar a situação" a par dos esforços do cônsul honorário na Suazilândia, acrescentou.

"Desde que desapareceu não houve mais nenhum contacto" e "a polícia da Suazilândia refere que está a fazer tudo o que pode" para o tentar encontrar, sublinhou Frederico Silva.

Almor Simões Oliveira foi visto pela última vez durante a celebração da missa de Páscoa na cidade em que residia.

O carro que conduzia viria a ser encontrado mais tarde, aberto, sem ninguém, com um espelho retrovisor partido e com vestígios de sangue.

O desaparecimento tem mobilizado a comunidade local.

Uma vigília pelo empresário foi agendada e há anúncios nas rádios em que se pedem informações sobre o paradeiro do cidadão português.

Estima-se que a comunidade portuguesa na Suazilândia ronde as 1.300 pessoas.

Lusa

  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Número de vítimas mortais dos incêndios sobe para 45

    País

    Uma pessoa que estava internada no Hospital da Prelada, Porto, na sequência dos incêndios do dia 15 nas regiões Centro e Norte, morreu hoje, anunciou a unidade hospitalar, subindo assim para 45 o número de vítimas mortais daqueles fogos.

  • "Eu confiava no BES e dizia aos meus amigos para porem lá o dinheiro"
    0:37
  • Achado inédito encontrado na nau de Vasco da Gama naufragada em Omã

    Mundo

    Uma equipa de investigadores afirma ter encontrado, ao largo da costa de Omã, o mais antigo instrumento de navegação alguma vez descoberto. O achado arqueológico é um astrolábio e terá sido localizado no meio do que resta da nau Esmeralda, da frota de Vasco da Gama, naufragada no Oceano Índico em 1503.

    SIC

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.