sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 10 mortos durante saque a padaria em Caracas

Carlos Garcia Rawlins

Pelo menos 10 pessoas morreram na noite de quinta para sexta-feira durante o saque a uma padaria na localidade de El Valle, a sul da capital da Venezuela, Caracas, segundo a imprensa local.

A imprensa local dá conta de que oito das vítimas morreram eletrocutadas, quando tentaram saquear a padaria La Mayer del Pan, na Esquina de San Andrés.

Duas outras pessoas morreram na sequência de tiros de arma de fogo.

Residentes na localidade dão conta de que o Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas bloqueou o acesso ao local.

Segundo a imprensa local a polícia investiga se as vítimas terão sido eletrocutadas por uma rede elétrica de proteção, instalada para impedir roubos, ou se devido ao desprendimento de um cabo de alta tensão.

El Valle foi uma das zonas de Caracas em que durante a última noite se registaram protestos contra o Governo do Presidente Nicolás Maduro e confrontos entre manifestantes e as forças de segurança.

Duas dezenas de estabelecimentos comerciais foram saqueados por grupos de pessoas dos bairros próximos, entre eles dois supermercados.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC