sicnot

Perfil

Mundo

Presidente filipino diz que pode ser 50 vezes pior que os terroristas

Erik de Castro

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, avisou este domingo que pode ser 50 vezes mais brutal que os extremistas muçulmanos que fazem decapitações, dizendo que até poderia "comer" os terroristas se fossem capturados vivos pelas tropas do país.

Duterte tem repetidamente ameaçado de morte os suspeitos de tráfico de droga nas Filipinas, mas agora elevou a sua retórica a um novo nível com estas declarações feitas no âmbito da abertura de um evento desportivo.

O presidente filipino ordenou às tropas para que matassem militantes muçulmanos que fugiam depois de um ataque fracassado na província central de Bohol e que não os trouxessem vivos, chamando "animais" aos extremistas.

"Se querem que eu seja um animal, eu também estou habituado a isso. Nós somos iguais", afirmou Duterte, citado pela agência de notícias Associated Press (AP).

"Eu posso fazer o que vocês fazem 50 vezes mais", atirou o político, dizendo o que faria que se um terrorista lhe fosse apresentado enquanto estivesse de mau humor.

"Passem-me o sal e o vinagre e eu como o seu fígado", lançou.

Duterte venceu as eleições presidenciais filipinas em maio do ano passado com a promessa de combater as drogas ilegais, a corrupção e o terrorismo.Milhares de pessoas morreram devido à sua campanha antidrogas, que tem alarmado os governos ocidentais e grupos de direitos humanos.

Duterte já avisou que pode colocar sob lei marcial a zona sul das Filipinas - onde há décadas que há uma rebelião separatista muçulmana - caso as ameaças terroristas fiquem fora de controlo.

Lusa

  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.