sicnot

Perfil

Mundo

Aroma de alecrim faz bem à memória

A investigação submeteu crianças de 10 e 11 anos a testes de memória em salas com e sem aroma a alecrim.

Jacquelyn Martin/ AP

Um estudo realizado no Reino Unido concluiu que o aroma de alecrim pode ter benefícios para a memória. A investigação submeteu 40 alunos, com 10 e 11 anos, a testes de memória em salas com e sem aroma dessa planta. Os estudantes, que desconheciam o propósito do estudo, obtiveram melhores resultados quando estavam numa divisão onde cheirava a alecrim.

A pesquisa da Universidade de Northumbria, Newcastle, pretendeu ir ao encontro de crenças populares sobre os benefícios desta planta, explicou à BBC Mark Moss, um dos responsáveis pela investigação.

Há centenas de anos que se acredita que o alecrim faz bem à memória. Na Grécia Antiga, os estudantes usavam coroas de alecrim durante a época de exames. Ofélia, em "Hamlet" de William Shakespeare, afirmava: "Há alecrim, isso é para a memória".

Quais os efeitos do aroma de alecrim, difundidos através de óleo essencial, no cérebro humano? Como é que somos influenciados pelos aromas? São estas algumas das questões que o estudo, que será apresentado esta semana na conferência anual da Sociedade Britânica de Psicologia, quis dar resposta.

Nos testes realizados pelos cientistas da Universidade de Northumbria, os alunos que realizaram os testes de memória numa sala com cheiro a alecrim tiveram resultados entre 5% a 7% melhores do que os que fizeram as mesmas provas num ambiente isento desse aroma.

Os especialistas que lideraram o estudo, Mark Moss e Victoria Earle, concluíram que os neurotransmissores cerebrais associados à memória podem ser influenciados pelos sentidos, incluindo o cheiro.

"É quase como a interação que acontece com os fármacos", o cérebro é influenciado pelo que está a ser inalado. "Pode acontecer que os aromas afetem a atividade elétrica cerebral ou os componetentes farmacológicos ativos na planta sejam absorvidos", explicou Mark Moss à BBC.

De acordo com o investigador, esta pesquisa foi um pequeno passo inicial para confirmar a existência de uma relação entre o aroma a alecrim e a memória. Agora, a equipa tem em vista um estudo de maiores dimensões, que terá também o objetivo de avaliar o impacto nos adultos.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.