sicnot

Perfil

Mundo

Modelo enfurece tribo ao tirar foto nua em vulcão sagrado na Nova Zelândia

Instagram Jaylene Cook

Uma modelo da Playboy enfureceu a comunidade indígena local depois de tirar uma fotografia - completamente nua -, no topo do monte Taranaki, na Nova Zelândia. Os Maori viram a imagem como algo extremamente ofensivo, pois, para eles, o vulcão é considerado um local sagrado.

Numa entrevista à BBC, o porta-voz da tribo disse que o gesto era como "se alguém entrasse na Basílica de São Pedro, no Vaticano, e tirasse uma fotografia sem roupa". "É um lugar sagrado e fazer algo do género é muito inapropriado", completou Dennus Ngawhare.

Jaylene Cook é uma modelo neozelandesa da Playboy. Numa visita ao local com o namorado, a jovem decidiu tirar uma fotografia nua e publicar no Instagram.

A imagem mostra a modelo a uma altitude de 2.518 metros. Talvez pela altura - o nu integral também deve ter ajudado um pouco -, a modelo conseguiu obter mais de 14 mil "gostos" pela imagem.

Após as críticas à fotografia, a modelo apressou-se a defender-se, dizendo que tinha investigado primeiro e chegando à conclusão de que o gesto não seria ofensivo.

Monte Taranaki

Monte Taranaki

Bogdan Cristel

Os Maori vêm o vulcão como um lugar sagrado, onde os antepassados da tribo foram enterrados. Normalmente, escalar até ao cimo é visto como algo impróprio e é feito pela tribo apenas em raras ocasiões.

Contudo, desde a altura da colonização, a tribo ficou com pouco - ou quase nenhum - controlo sobre o acesso ao local. Nos dias de hoje, é permitido que os turistas escalem o vulcão.

Ngawhare explicou que só até recentemente é que a tribo voltou a ser consultada sobre o que é feito naquela montanha. "Pedimos apenas que as pessoas mostrem respeito. E este é um caso de mais uma pessoas que obviamente não sabe como se comportar naquele local", explicou o porta-voz maori ao jornal inglês.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado emitido hoje, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Erdogan apela ao reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28