sicnot

Perfil

Mundo

Câmara Baixa reforça poder de Trump para impor sanções a Pyongyang

JIM LO SCALZO

A Câmara dos Representantes norte-americana aprovou esta quinta-feira uma lei dando mais poder ao Presidente para impor sanções à Coreia do Norte e a empresas de qualquer país que lhe vendam materiais que permitam progressos no programa nuclear.

A iniciativa obteve o apoio quase unânime da Câmara Baixa do parlamento (419 votos a favor e um contra) e passará agora ao Senado para aprovação definitiva.

A lei que reforça os poderes de Donald Trump é dirigida contra os trabalhos forçados na Coreia do Norte e proíbe a entrada nos Estados Unidos de qualquer bem produzido nos campos norte-coreanos, onde os maus-tratos e a tortura são frequentes e os presos são obrigados a trabalhar jornadas extenuantes e com alimentação escassa.

O diploma proíbe igualmente que naveguem em águas norte-americanas navios da Coreia do Norte ou de empresas de qualquer outro país - incluindo a China - que se recusem a cumprir as resoluções do Conselho de Segurança da ONU relativas ao disparo de mísseis balísticos.

Devido a estas disposições, a nova lei poderá ser rejeitada pela China, tradicional aliada da Coreia do Norte e a cujo Governo Trump pediu ajuda para que obrigue Pyongyang a pôr fim às provocações com os testes de mísseis e a sentar-se à mesa para renegociar o seu programa nuclear.

O texto estabelece, assim, que "qualquer Governo estrangeiro que forneça bens ou serviços de defesa à Coreia do Norte será proibido de receber determinados tipos de ajuda externa dos Estados Unidos".

O diploma decreta também que o Governo de Trump deverá determinar, num prazo de 90 dias, se a Coreia do Norte deve passar a ser classificada como um Estado patrocinador do terrorismo, uma lista negra na qual entrou em 1987 e de que saiu em 2008 por ordem do Governo do então Presidente George W. Bush.

Agora, a lei vai avançar para o Senado, onde se espera que seja aprovada sem problemas, com o apoio de republicanos e democratas.

O projeto de lei foi apresentado pelo republicano Ed Royce, presidente da comissão de Negócios Estrangeiros da Câmara dos Representantes, e por Eliot L. Engel, o democrata de mais elevado estatuto dessa comissão.

Lusa

  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Sondagem prevê vitória de Basílio em Sintra e de Bernardino em Loures
    3:03
  • Icebergue com 5.800 quilómetros quadrados está a deslocar-se na Antártida

    Mundo

    Um icebergue gigante está a deslocar-se na Antártida em direção ao mar de Weddell segundo as imagens de satélite reveladas. Trata-se do A68, um icebergue quatro vezes maior que a cidade de Londres. Com cerca de 5.800 quilómetros quadrados e triliões de toneladas, A68 é um dos maiores icebergues conhecidos.