sicnot

Perfil

Mundo

Príncipe Filipe, 96 anos e várias décadas de gaffes

POOL New

O príncipe Filipe de Edimburgo, que vai retirar-se da vida pública perto dos 96 anos de idade, fica irremediavelmente associado às numerosas gaffes que cometeu publicamente. Um breve resumo das suas piadas inoportunas e politicamente incorretas.

Gaffes sexistas

Uma jovem mulher oferecia-lhe flores numa visita ao Quénia em 1984: "Obrigada minha senhora... É mesmo uma senhora não é?".

"Seria preso se abrisse o fecho éclair daquele vestido", disse junto a um polícia, ao avistar uma senhora loira com um vestido vermelho com fecho à frente, em 2012.

Partiu o coração a milhões de senhoras britânicas em 1966 quando disse em público que "as mulheres britânicas não sabem cozinhar".

Gaffes sobre personalidades

"Dir-se-ia que está pronto para ir para a cama", disse em 2003 ao Presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, vestido com trajes tradicionais.

Após um concerto de Tom Jones em 1969, felicita o cantor: "Com o que faz gargarejos? Pedras?".

Num jantar em Roma em 2000, o primeiro-ministro italiano Giuliano Amato propõe-lhe um vinho italiano. O príncipe responde: "Tragam-me um cerveja. Não me importa qual, mas tragam-me uma cerveja".

Para Elton John, em 2001: "Ah é o senhor que conduz aquele carro horrível? Vemo-lo muitas vezes no castelo de Windsor".

O príncipe Filipe, a rainha Isabel II e o príncipe Carlos assistem a uma corrida sacos, um evento que anualmente conta com a presença da família real em Braemar, na Escócia.

O príncipe Filipe, a rainha Isabel II e o príncipe Carlos assistem a uma corrida sacos, um evento que anualmente conta com a presença da família real em Braemar, na Escócia.

Russell Cheyne

Gaffes com conotações racistas

"Não fiquem aqui muito tempo, senão ficam com os olhos em bico", disse a um grupo de estudantes britânicos na China, em 1986.

Para um grupo de dançarinos negros, em 2009: "Vocês são todos da mesma família?".

"Vocês ainda lutam com lanças?", perguntou a um aborígene numa visita à Austrália em 2002.

"Então, conseguiu livrar-se de ser comido?", questionou a um estudante que vinha de um passeio pela Papua Nova Guiné, em 1988, numa referência velada a canibalismo.

Em 1984, para um habitante rico das ilhas Caimão: "Vocês descendem todos de piratas, não?".

A propósito de um contador de eletricidade velho e defeituoso numa fábrica na Escócia, em 1999: "Foi sem dúvida instalado por um indiano".

"Mas como é que vocês fazem para convencer as pessoas daqui a parar de beber durante o exame de condução?", perguntou a um instrutor na Escócia, em 1995.

"Não deve viver aqui há muito tempo, não é barrigudo", disse a um britânico em Budapeste, em 1993.

"As Filipinas devem estar metade vazias, vocês fazem funcionar aqui o NHS", o serviço nacional de saúde britânico, disse a enfermeiras filipinas a trabalhar num hospital no Reino Unido, em 2013.

Visita a uma residência para idosos, em Abril de 2017.

Visita a uma residência para idosos, em Abril de 2017.

Peter Nicholls / Reuters

Outras piadas inoportunas

Durante a recessão, em 1981, sobre os desempregados: "Não compreendo: primeiro dizem que querem mais tempo de lazer, agora queixam-se de não terem emprego".

"Quantas pessoas atropelou esta manhã com essa coisa?", perguntou a uma pessoa em cadeira de rodas, em Londres em 2012.

"Nunca poderás voar, és demasiado gordo", disse a um adolescente de 13 anos cujo sonho era ser astronauta.

POOL New

  • Marido da rainha Isabel II vai abandonar todas as funções reais

    Mundo

    Todos os funcionários da Casa Real britânica foram convocados ontem à noite para uma reunião de "urgência". Os motivos do encontro suscitaram rumores. De acordo o anúncio feito esta manhã pelo Palácio de Buckingham, as causas da reunião prendem-se com o facto do duque de Edimburgo, marido da rainha Isabel II, tencionar abandonar no outono todas as funções relacionadas com a Casa Real.

  • Bernardo Silva no City? O que Pep Guardiola disse ao português na Champions
    0:34
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57