sicnot

Perfil

Mundo

Jogo da palhinha decide resultado eleitoral em localidade do Reino Unido

Northumberland

Nigel Roddis

O resultado eleitoral num município inglês foi esta sexta-feira decidido através do jogo da palhinha, que acabou por impedir uma maioria absoluta do partido Conservador em Northumberland.

A cena insólita teve lugar na freguesia de South Blyth, onde o candidato conservador Daniel Carr e a liberal democrata Lesley Rickerby receberam ambos 356 votos.

Após três recontagens, a decisão foi feita através do jogo da palhinha, cujas regras simples determinam que perde aquele a quem calhar a palha mais curta. Lesley Rickerby acabou por escolher a palha mais longa e garantiu a sua reeleição, frustrando as esperanças dos 'tories' alcançarem uma maioria absoluta em Northumberland, algo que não acontece há cerca de 40 anos.

O partido Conservador estava perto deste objetivo, ao eleger 33 vereadores dos 51 lugares que foram a votos na quinta-feira, mas a eleição da candidata liberal democrata implica que os outros postos ficaram nas mãos de candidatos da oposição, incluindo 24 do partido Trabalhista, sete independentes e três liberais democratas.

No Reino Unido, as eleições, sejam autárquicas ou legislativas, usam em geral o sistema de maioria relativa em círculos uninominais, ou seja, aquele com maior número de votos vence. Este sistema acaba por resultar regularmente em empates, que têm de ser decididos por outros meios.

No Reino Unido, além do jogo da palhinha, também são usadas moedas e baralhos de cartas para determinar o resultado final quando dois ou mais candidatos recebem o mesmo número de votos. Ao todo, foram a votos na quinta-feira 4.851 cargos em 34 autarquias em Inglaterra, na totalidade das 32 autarquias escocesas e na totalidade dos 22 municípios do país de Gales.

Os resultados parciais declarados até às 12:30 horas indicavam que o partido Trabalhista, principal força da oposição no parlamento, sofreu um desaire significativo, ao perder 162 postos, enquanto o partido Conservador, atualmente no governo, ganhou 219.

Os Liberais Democratas, que tinham esperança de recuperar alguns perdidos nas eleições locais anteriores, também perderam 24 lugares, e o UKIP perdeu 63, o que indica que o partido eurocético poderá quase desaparecer da representação local.

Do lado dos vencedores, o partido Verde (mais sete), o partido nacionalista galês Plaid Cymru (mais 20) e o partido nacionalista escocês SNP (mais um) também beneficiaram do recuo do partido Trabalhista.

As contagens decorrem em várias partes do país, pelo que os resultados globais só deverão ser conhecidos até ao final desta sexta-feira.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.