sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha retira 50 mil pessoas para desarmar bombas da II Guerra Mundial

Fabian Bimmer

A polícia alemã vai retirar hoje 50.000 pessoas de um bairro de Hannover para desarmar bombas da II Guerra Mundial que estão na localidade, sendo um das maiores operações deste tipo desde 1945.

Os habitantes de um bairro densamente povoado desta cidade no norte da Alemanha, que conta com uma população total de cerca de 500.000 pessoas, foram chamados a deixarem as suas casas para a realização da operação, anunciada há muito tempo.


Os especialistas em bombas irão começar no início da tarde a extrair cinco bombas que estavam enterradas e foram recentemente descobertas. Posteriormente, irão encontrar um local seguro para desarmá-las. A operação pode durar até à noite.


Para ocupar os habitantes do bairro, atividades desportivas, culturais e de lazer, assim como visitas a museus e exibições de filmes foram planeadas pelo município.


Uma parte do tráfego dos comboios também vai ser interrompido devido às operações no local.
As bombas foram identificadas através de fotografias aéreas do local.


O desarme de bombas da II Guerra Mundial é realizado regularmente na Alemanha.


A maior operação de retirada de pessoas para o desarme de bombas ocorreu em Augsburg, na Baviera, no sul do país, com 54 mil pessoas a deixarem as suas casas em dezembro do ano passado.

Lusa

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39
  • Como um tweet de Kylie Jenner levou à queda das ações do Snapchat

    Economia

    As ações da Snap Inc., empresa que gere o Snapchat, fecharam a cair 6% na bolsa de Wall Street, esta quinta-feira, depois de Kylie Jenner ter anunciado que tinha deixado de usar a aplicação. A celebridade norte-americana tem mais de 24 milhões de seguidores e é considerada uma das utilizadoras mais influentes do Snapchat.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Substituiria o seu café por bolotas?

    País

    Investigadores da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP) desenvolveram um produto à base de bolotas para substituir o café, de forma a evitar os efeitos negativos que esta bebida pode ter nos consumidores.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00