sicnot

Perfil

Mundo

CIA vai ter centro específico dedicado à Coreia do Norte

Carolyn Kaster

A agência Central de Inteligência (CIA) norte-americana anunciou esta quarta-feira a criação de um centro específico para fazer frente à "ameaça nuclear e de mísseis balísticos que representa a Coreia do Norte".

O Centro de Missão para a Coreia juntará "agentes experientes de toda a agência numa única entidade, para que centrem a sua experiência e criatividade no objetivo da Coreia do Norte", adiantou a CIA, num comunicado.

A CIA tinha até agora 10 desses centros repartidos por regiões geográficas ou prioridades estratégicas, como um dedicado a Ásia Oriental e ao Pacífico", que deveria até aqui tratar também as questões relativas à Coreia do Norte.

Esta é a primeira vez que se cria um centro específico para um país, o que demonstra a intenção da administração do presidente Donald Trump de aumentar a pressão sobre o regime norte-coreano.

"Criar um centro de Missão para a Coreia permite integrar e dirigir mais deliberadamente os esforços da CIA contra as graves ameaças aos Estados Unidos e aos seus aliados que emanam da Coreia do Norte", refere o diretor da CIA, Mike Pompeo, num comunicado.

A permanente tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte aumentou com a chega ao poder do Presidente norte-americano, Donald Trump, enquanto Pyongyang prossegue as suas tentativas para acelerar o seu programa nuclear e ameaça realizar um sexto ensaio atómico.

Lusa

  • PS vai continuar a procurar entendimentos à esquerda
    1:38
  • 22 mortos devido a gripe H1N1 no Equador

    Mundo

    Uma epidemia de gripe H1N1 provocou a morte de 22 pessoas no Equador, onde estão diagnosticados perto de 500 casos, anunciou esta segunda-feira o vice-ministro da Saúde, Carlos Duran.

  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.

  • Os três pontos de Ronaldo
    1:16
  • Decifrado pergaminho encontrado há 50 anos

    Mundo

    Investigadores israelitas reconstituíram e decifraram um dos dois manuscritos de pergaminhos do Mar Morto que nunca tinham sido interpretados desde que foram descobertos há meio século, anunciou a universidade israelita de Haifa.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC