sicnot

Perfil

Mundo

CIA vai ter centro específico dedicado à Coreia do Norte

Carolyn Kaster

A agência Central de Inteligência (CIA) norte-americana anunciou esta quarta-feira a criação de um centro específico para fazer frente à "ameaça nuclear e de mísseis balísticos que representa a Coreia do Norte".

O Centro de Missão para a Coreia juntará "agentes experientes de toda a agência numa única entidade, para que centrem a sua experiência e criatividade no objetivo da Coreia do Norte", adiantou a CIA, num comunicado.

A CIA tinha até agora 10 desses centros repartidos por regiões geográficas ou prioridades estratégicas, como um dedicado a Ásia Oriental e ao Pacífico", que deveria até aqui tratar também as questões relativas à Coreia do Norte.

Esta é a primeira vez que se cria um centro específico para um país, o que demonstra a intenção da administração do presidente Donald Trump de aumentar a pressão sobre o regime norte-coreano.

"Criar um centro de Missão para a Coreia permite integrar e dirigir mais deliberadamente os esforços da CIA contra as graves ameaças aos Estados Unidos e aos seus aliados que emanam da Coreia do Norte", refere o diretor da CIA, Mike Pompeo, num comunicado.

A permanente tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte aumentou com a chega ao poder do Presidente norte-americano, Donald Trump, enquanto Pyongyang prossegue as suas tentativas para acelerar o seu programa nuclear e ameaça realizar um sexto ensaio atómico.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11