sicnot

Perfil

Mundo

México é o país mais mortífero do mundo a seguir à Síria

Imelda Medina

O México foi o país que registou mais mortes, a seguir à Síria, em 2016, indicou na terça-feira, em Londres, o Instituto Internacional para os Estudos Estratégicos (IISS).

"Os homicídios intencionais em 2016 no México fizeram 23.000 vítimas", disse Antonio Sampaio, especialista do IISS.

A Síria, país mergulhado numa guerra civil desde 2011, foram contabilizados 60.000 assassínios, acrescentou. "É muito raro a violência criminal atingir níveis de um conflito armado", afirmou.

É o que está a acontecer no triângulo norte da América Central (Honduras, Guatemala, El Salvador), com 16 mil homicídios, e em particular no México, considerou o especialista.

Com efeito, a taxa de homicídios diminuiu nos referidos três países, mas não no México que registou um aumento de 11% no número de homicídios entre 2015 e 2016.

Para o IISS, a onda de violência no México foi causada pela decisão, em dezembro de 2006, do então Presidente mexicano Felipe Calderon de declarar guerra ao tráfico de droga.

"O conflito resultante trouxe miséria ao México: 105.000 pessoas foram assassinadas intencionalmente entre essa data e novembro de 2012", afirmou.

O aumento da violência entre 2015 e 2016 deveu-se a uma corrida ao armamento entre cartéis, dado que "o objetivo desses grupos criminosos passa por afirmar a autonomia em áreas urbanas com atividades ilícitas como tráfico de cocaína, produção de heroína, e cada vez mais laboratórios de drogas sintéticas", explicou o mesmo especialista do IISS.

Este cenário juntou-se a um contexto de "fraqueza institucional e de corrupção generalizada que infestou o Estado mexicano", concluiu.

Lusa

  • Bruxelas aguarda relatório completo para analisar pesca da sardinha
    1:29
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Novas regras para compra e venda de animais
    2:04

    País

    Foi aprovado o projeto de lei do PAN que regula transações de animais de companhia. O diploma proíbe, ainda, a publicidade e a venda online de animais selvagens. As multas para o incumprimento da legislação poderão ir dos 200 aos 3.740 euros.

  • Assédio proibido por lei
    1:40

    País

    Ser assediado no emprego é agora proibido por lei e passa a dar direito a indemnização. É o que prevê o diploma aprovado ontem no Parlamento, com as abstenções do PSD e do CDS.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias