sicnot

Perfil

Mundo

Trump revelou informações secretas à Rússia

Kevin Lamarque

O Presidente norte-americano Donald Trump revelou informações altamente secretas sobre o Daesh a ministros e embaixadores russos, durante um encontro na semana passada na Casa Branca.

Donald Trump revelou informações secretas a Sergei Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros russo, e a Sergei Kislyak, embaixador russo nos EUA, durante uma reunião a 10 de maio.

O Presidente partilhou informações bastante importantes sobre o Daesh, de acordo com fontes anónimas citadas pelo Washington Post que serão próximas da Casa Branca e de Donald Trump.

As informações partilhadas foram comunicadas por um membro que garante que são tão sensíveis que poucas pessoas da administração Trump têm acesso.

De acordo com o Washington Post as informações divulgadas contêm dados que podem comprometer a "fonte" da informação.

Depois da reunião entre Donald Trump, Sergei Lavrov e Sergei Kislyak a 10 de maio, vários membros da Casa Branca tentaram minimizar "os danos" e contactaram de imediato a CIA e a Agência Nacional de Segurança (NSA).

A CIA e a NSA recusaram comentar o caso.

Uma das fontes anónimas do Washington Post garantiu que Trump "revelou mais informação ao embaixador russo do que a alguns aliados dos EUA".

Das informações reveladas por Donald Trump estará o nome de uma cidade do território controlado pelo Daesh, onde um aliado norte-americano terá detetado uma ameaça.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.