sicnot

Perfil

Mundo

Bronze de Brancusi vendido por valor recorde

Uma peça de bronze da autoria de Constantin Brancusi foi vendida em Nova Iorque, nos EUA, pelo valor recorde de 57,3 milhões de dólares (cerca de 52 milhões de euros). Pablo Picasso também marcou a noite ao vender cinco obras

"A Musa Adormecida" do artista romeno Constantion Brancusi foi vendida na segunda-feira pela empresa de arte Christie's pelo valor de 57,3 milhões de dólares (cerca de 52 milhões de euros) num leilão de arte moderna e impressionista, em Nova Iorque, nos EUA.

Pablo Picasso dominou a noite de segunda-feira ao vender cinco obras, com o quadro mais valioso vendido por 45 milhões de dólares (cerca de 51 milhões de euros), o retrato da amante de Picasso, Dora Maar, intitulado de "Femme Assise, Robe Bleue" (Mulher sentada, Vestido azul).

A escultura do romeno Constantion Brancusi feita em bronze integra uma coleção de peças envernizadas em bronze, que se encontra no Museu Hirshhorn, em Washington, nos EUA.

A empresa de arte Christie's estimava arrecadar entre 25 e 35 milhões de dólares (23 e 32 milhões de euros, respetivamente) com a obra, mas a venda superou todas as expetativas ao ficar 64% acima do previsto.

A leiloeira não revelou o comprador da venda recordista.

  • Autópsia à mulher baleada pela PSP contradiz agentes
    1:28

    País

    A mulher que morreu acidentalmente durante uma perseguição da PSP terá sido baleada no pescoço e o trio terá sido disparado por trás. Entretanto, segundo a imprensa, a PJ ainda não encontrou vestígios do tiroteio, entre os assaltantes do multibanco de Almada e a PSP.

  • Marinha dos EUA considera "absolutamente inaceitável" desenho de um pénis no céu

    Mundo

    Os cidadãos do Condado de Okanogan, em Washington, foram surpreendidos esta quinta-feira com o contorno de um pénis no céu. A imagem resultou de um rasto de condensação deixado por um avião militar norte-americano. A Marinha confirmou que um dos seus pilotos tinha desenhado a figura no ar e defendeu que a situação era "absolutamente inaceitável".