sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos três portugueses detidos na Venezuela

Carlos Garcia Rawlins

Pelo menos três portugueses foram detidos nos últimos dias pelas autoridades venezuelanas quando se manifestavam conta o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na localidade de Los Teques, no Estado de Miranda, a sul de Caracas.

Fontes da comunidade portuguesa explicaram à Agência Lusa que as detenções ocorreram desde a última segunda-feira e que inicialmente os familiares foram dados por desaparecidos, vindo depois a verificar que tinham sido detidos pelas forças de segurança.

"Estamos a viver momentos de angústia, primeiro porque não sabíamos nada, estavam desaparecidos, e agora porque já sabemos que estão detidos e não sabemos como ajudá-los", explicou o familiar de um dos detidos à Agência Lusa.

A comunidade está indecisa entre dar visibilidade às detenções, identificando os detidos, dar declarações aos jornalistas ou manter-se em silêncio, desconhecendo qual será a opção mais "benéfica" para os portugueses, temendo que possam vir a ser "acusados de terrorismo e submetidos a julgamentos em tribunais militares", apesar de serem civis.

Por outro lado há a possibilidade de vários luso-descendentes estarem também detidos pelas autoridades.Desde segunda-feira (15 de maio) que residentes em três localidades do Estado de Miranda (Los Teques, Santo António e San Pedro de Los Altos), levantaram barricadas em protesto contra as políticas do Governo do Presidente Nicolás Maduro.

Nessas três localidades vivem pelo menos duas dezenas de milhar de portugueses e luso-descendentes.

Os organismos de segurança reprimiram fortemente os manifestantes, com gás lacrimogéneo e tiros de borracha, uma situação que contrariou a população fazendo com que mais pessoas se unissem aos protestos.

Ao mesmo tempo que ocorrem as manifestações, dezenas de estabelecimentos comerciais foram saqueados por populares.

As estradas que ligam aquela localidade a Caracas e à auto-estrada Regional do Centro (interior do país), permanecem bloqueadas pela população, com vários portugueses impedidos de se aproximarem dos seus estabelecimentos comerciais e desconhecendo em que estado se encontram.

Reforçados os bloqueios pelos manifestantes, as forças de segurança tentaram aceder àquelas localidades, desde la Colónia de Tovar (Estado de Arágua), mas a população local bloqueou também a passagem para o Estado de Miranda.

Na Venezuela, as manifestações a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro intensificaram-se desde 1 de abril último, desde que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) divulgou duas sentenças que limitavam a imunidade parlamentar e em que aquele organismo assumia as funções do parlamento.

Entre queixas sobre o aumento da repressão, os opositores manifestam-se ainda contra a convocatória de uma Assembleia Constituinte, formada a 1 de maio pelo Presidente Nicolás Maduro.

Dados oficiais dão conta de que pelo menos 48 pessoas já morreram desde o início da crise.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.