sicnot

Perfil

Mundo

Rohani à frente na contagem de votos no Irão

Rouhani a votar esta sexta-feira em Teerão.

Reuters Photographer

O Presidente iraniano cessante, Hasan Rohani, está à beira de ser reeleito na primeira volta das presidenciais no Irão, totalizando quase 57% dos votos quando o escrutínio estava praticamente finalizado, anunciou hoje a Comissão Eleitoral.

O presidente da Comissão Eleitoral, Ali Asghar Ahmadi, indicou em conferência de imprensa que Rohani obteve o apoio de 22,8 milhões dos mais de 40 milhões de eleitores que foram votar na sexta-feira.


Ebrahim Raissi, o principal opositor a Rohani, obteve 15,4 milhões de votos, segundo Asghar Ahmadi. Isto significa que, de acordo com estes resultados, Rohani obteve cerca de 57% dos votos e Raissi 38,5% dos votos.

Os dois outros candidatos que participaram no escrutínio obtiveram resultados marginais. A taxa de participação nas eleições foi superior a 70% dos eleitores.

Ainda antes do anúncio dos primeiros resultados parciais, os dirigentes conservadores tinham reconhecido a vitória de Rohani.


Se se confirmar, esta larga vitória deverá permitir a este religioso moderado prosseguir a sua política de abertura ao mundo, marcada por um acordo nuclear histórico com as grandes potências, concluído em julho de 2015, durante o seu primeiro mandato.

Lusa

  • Bernardo Silva no City? O que Pep Guardiola disse ao português na Champions
    0:34
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33

    Mundo

    O Presidente do Brasil diz ter condições para continuar à frente do Palácio do Planalto. Num vídeo publicado no Twitter, Michel Temer garante que o país não parou, nem vai parar, mas há uma nova gravação que pode comprometer o futuro do chefe de Estado.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57