sicnot

Perfil

Mundo

Projeções dão vitória a Theresa May mas sem maioria absoluta

As projeções à boca das urnas dão a vitória a Theresa May nas eleições legislativas no Reino Unido. Uma vitória que mantém a candidata do Partido Conservador no cargo de primeira-ministra britânica, mas sem maioria absoluta.

Phil Noble

A projeção avançada pelas estações televisivas BBC e Sky News dão 314 deputados ao Partido Conservador, de Theresa May - menos 12 que os 326 mínimos exigidos para a maioria absoluta.

Em segundo lugar surge o Partido Trabalhista, de Jeremy Corbyn, com 266 lugares, mais 34 que no ato eleitoral de 2015.

Seguem-se os nacionalistas escoceses, os liberais democratas e os independentistas.

Os 650 círculos eleitorais do Reino Unido vão divulgar os resultados ao longo da noite e os últimos só são mesmo conhecidos esta sexta-feira, ao início da tarde. No sistema eleitoral britânico, cada círculo elege um deputado.

Paul Childs

Toby Melville

Ed Sykes

Andrew Yates

Na rede social Twitter, os Conservadores já deixaram um agradecimento a todos os eleitores que votaram no partido:

Os Trabalhistas também recorreram ao Twitter para deixar um agradecimento especial a todos os voluntários que ajudaram a fazer campanha pelo partido, ao longo das últimas semanas:

Os primeiros efeitos das projeções fazem-se sentir na moeda britânica, com a Libra a sofrer uma queda acentuada dada a possibilidade dos Conservadores perderem a maioria absoluta.

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.