sicnot

Perfil

Mundo

Robô passa no exame de matemática, mas sem distinção

Um robô dotado com inteligência artificial submeteu-se hoje ao exame de acesso à universidade na China, no qual participam 9,4 milhões de estudantes chineses, mas só obteve 70% na classificação final - e não entraria numa boa universidade.

O valor, que diz respeito apenas ao teste de matemática, é insuficiente para conseguir uma vaga nas melhores universidades chinesas.

O AI-MATHS, um sistema designado pela Universidade Tsinghua, de Pequim, e a empresa de computação em nuvem Zhunxingyunxue, fez hoje o teste na cidade de Chengdu.

Apesar de não ter conseguido a pontuação máxima, o robô concluiu a prova em 20 minutos, uma velocidade acima da média.

AI-MATHS falhou, no entanto, problemas com enunciados em linguagem mais coloquial, como um que dizia que o "número de professores era o dobro do que o de estudantes masculinos", um conceito que a inteligência artificial não entendeu.

Lusa

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47