sicnot

Perfil

Mundo

Partido Conservador inverteu tendência nacional e ganhou deputados na Escócia

Ruth Davidson, líder do partido Conservador escocês.

Russell Cheyne/ Reuters

O partido Conservador inverteu a tendência nacional na Escócia e conquistou mais 12 deputados na região para o parlamento britânico, sobretudo à custa do Partido Nacionalista Escocês (SNP), segundo os resultados oficiais.

O SNP segurou 35 dos 59 deputados a que a região tem direito no Parlamento britânico, mas perdeu 21, 12 dos quais foram "roubados" pelo partido Conservador escocês de Ruth Davidson, que garantiu assim 13 assentos em Westminster.


O partido Trabalhista e os Liberais Democratas registaram também resultados positivos, elegendo, respetivamente, sete deputados (mais seis do que em 2015) e quatro deputados (mais três do que em 2015), respetivamente.


Ainda assim, a líder do SNP, Nicola Sturgeon, reivindicou vitória, tendo em conta o partido recolheu mais votos e mais lugares do que os restantes partidos na Escócia.


"Claro que estou desapontada por uma série de derrotas", admitiu, referindo-se ao antigo líder Alex Salmond e ao atual "número dois", Angus Robertson, ambos vítimas da "vaga" dos Conservadores.


Sturgeon disse que irá refletir sobre a razão deste resultado, nomeadamente sobre se a insistência num segundo referendo à independência, recusado pelos restantes partidos, foi determinante.


Ainda assim, lembrou que o SNP é o terceiro maior partido na Câmara dos Comuns e mostrou-se disponível para apoiar o partido Trabalhista.


"Espero que o SNP possa participar numa alternativa progressiva aos 'tories'", afirmou.
Declarados 649 dos 650 lugares na Câmara dos Comuns, o partido Conservador elegeu 318, menos oito do que os necessários para uma maioria absoluta e menos 12 do que antes das eleições.


O partido Trabalhista adicionou 29 aos que possuia, somando 261 deputados.


O Partido Nacionalista Escocês conquistou 35 lugares, os Liberais Democratas 12 (+4), o Partido Democrático Unionista (Irlanda do Norte) 10 (+2), o Sinn Féin sete (+3), os nacionalistas galeses do Plaid Cymru quatro (+1), os Verdes um e foi eleito um independente na Irlanda do Norte.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a secretaria regional de solidariedade social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho.Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.