sicnot

Perfil

Mundo

Soldado afegão mata três militares norte-americanos

Três militares norte-americanos foram mortos quando um soldado abriu fogo contra eles na região oriental do Afeganistão, disse este sábado um oficial afegão.

O porta-voz do governador da província de Nangarhar, Attahullah Khogyani, acrescentou que um outro militar dos Estados Unidos ficaram feridos no ataque, que ocorreu no distrito de Achin.

Segundo esta fonte, o soldado afegão foi morto, depois de ter atingido os norte-americanos.

O distrito de Achin é considerado um dos bastiões do movimento Estado Islâmico no Afeganistão e foi nesta região que, em abril, os Estados Unidos lançaram a GBU-43, conhecida como "a mãe de todas as bombas", provocando cerca de uma centena de baixas no grupo jihadista.

Um porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, reivindicou o ataque contra os norte-americanos através da sua conta na plataforma de mensagens Twitter, dizendo que "um infiltrado" atacou soldados norte-americanos, "matando quatro", ao mesmo tempo que confirmou a morte do autor do atentado.

Não é a primeira vez que este tipo de ataques internos acontece no Afeganistão.

Em março, outro soldado afegão foi morto depois de ter atirado contra forças estrangeiras na base da província de Helmand, ferindo três norte-americanos.

Segundo dados dos Estados Unidos, entre janeiro e novembro de 2016, registaram-se 56 ataques internos, ou seja, de elementos dos grupos de segurança contra os seus companheiros, provocando 151 mortos e 79 feridos.

No Afeganistão, a violência aumentou nos últimos anos, depois do fim da missão de combate da NATO, que continua no país para assistência e capacitação das tropas afegãs, com 13.000 soldados, entre os quais os Estados Unidos preveem manter 8.400 este ano.

O Governo afegão controla somente 57% do território, segundo o inspetor geral especial para a reconstrução do Afeganistão, que é dos Estados Unidos.

Lusa

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.