sicnot

Perfil

Mundo

Aterragem de emergência em Colónia por conversa suspeita a bordo

Um avião da Easyjet que fazia a rota entre Liubliana, a capital eslovena, e Londres, aterrou de emergência, no sábado, no aeroporto alemão de Colónia-Bona, depois de vários passageiros alertarem que três homens mantinham uma conversa de "conteúdo terrorista".

Em comunicado, emitido esta madrugada, o Ministério Público e a Polícia de Colónia informaram que, após a aterragem, os três homens foram detidos e os sapadores detonaram, de forma controlada, uma das suas mochilas, que está a ser analisada.

Segundo o relato das autoridades, os passageiros alertaram a tripulação sobre a conversa suspeita e o capitão decidiu alterar a rota e aterrar no aeroporto alemão, onde se estabeleceu uma área de segurança.

Os três suspeitos foram detidos por agentes da polícia federal e transportados para serem interrogados, no âmbito de uma investigação por "suspeita de preparar um delito grave contra a segurança de Estado".

Após inspecionarem a mochila de um deles, decidiram detoná-la de forma controlada fora do avião, que foi revistado pela polícia com cães treinados para deteção de explosivos.

Os cerca de 150 passageiros que seguiam a bordo foram retirados do interior, enquanto vários aviões que deveriam aterrar naquele aeroporto eram obrigados a desviar a rota.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28