sicnot

Perfil

Mundo

Desenvolvimento económico em África discutido na cimeira do G20

Axel Schmidt

O desenvolvimento económico em África está pela primeira vez na agenda das principais economias mundiais, que estão reunidas em Berlim.

Vários líderes africanos foram hoje recebidos pela chanceler alemã para participarem na conferência do G20 sobre o continente africano.

A Alemanha detém este ano a presidência do G20.

Os encontros desta segunda-feira e terça-feira antecipam a cimeira do próximo mês em Hamburgo.

Hoje, no discurso de abertura, Angela Merkel afirmou que só depois de investir na segurança e no combate ao terrorismo é que será possível criar desenvolvimentos em África.

A chanceler alemã acredita que essa aposta vai permitir reduzir os movimentos migratórios para a Europa.

O governo alemão anunciou por isso, uma ajuda adicional de 300 milhões de euros para a Tunísia, a Costa do Marfim e o Gana, países que têm vindo a demonstrar trabalho no combate à corrupção.

  • Emissão de gases de efeito de estufa aumentou na UE em 2015

    Mundo

    A emissão de gases de efeito de estufa aumentou 0,5% na União Europeia em 2015, em comparação com o ano anterior. Na origem deste aumento está, principalmente, a poluição causada pelos transportes rodoviários. A conclusão é de um relatório da Agência Europeia do Ambiente.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.