sicnot

Perfil

Mundo

Turquia anuncia preparativos para enviar tropas para o Qatar

A Turquia anunciou esta terça-feira que enviou três peritos militares para o Qatar para avaliar e coordenar os preparativos para o envio de tropas para aquele país do Médio Oriente, no seguimento do bloqueio de países vizinhos.

De acordo com um comunicado hoje citado pela AP, os militares turcos seguiram na segunda-feira para o Qatar para estudar e coordenar os preparativos para o envio das tropas, num número não especificado.

As Forças Armadas da Turquia disseram que estas visitas militares são frequentes desde 2015 e lembraram que a Turquia e o Qatar têm desenvolvido laços de proximidade ao longo dos anos e chegaram a um acordo em 2014 para implantar uma base militar turca no Qatar.

Num sinal de apoio ao Qatar, o Parlamento turco e o Presidente aprovaram rapidamente legislação para aumentar a cooperação militar na última semana, que prevê o treino militar e o destacamento de tropas.

Desde 05 de junho que o Golfo está mergulhado numa grave crise diplomática que irrompeu quando a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e o Bahrein, países vizinhos do Qatar, mas também o Egito e o Iémen, romperam relações diplomáticas com Doha, que acusam de apoiar o terrorismo.

Os três países do Golfo também fecharam as suas fronteiras terrestres e marítimas com o pequeno emirado e impuseram sérias restrições à companhia aérea nacional.

Lusa

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.