sicnot

Perfil

Mundo

Tragédia em Londres provoca onda de solidariedade

Tragédia em Londres provoca onda de solidariedade

A madrugada trágica na torre de Grenfell deixou mais de 500 pessoas sem casa e desencadeou uma onda de solidariedade. As diferentes comunidades trabalharam juntas para socorrer as vítimas.

  • Jamie Oliver oferece refeições a desalojados em Londres

    Mundo

    O incêndio desta quarta-feira em Londres está a gerar uma grande onda de solidariedade entre os ingleses. Vários têm doado roupa, bens alimentares e de higiene para ajudar os desalojados. O chef de cozinha britânico Jamie Oliver ofereceu-se para ajudar as centenas de pessoas afetadas, oferecendo refeições às vítimas.

  • Dezenas de pessoas desaparecidas após incêndio em Londres
    2:14

    Mundo

    O número de mortos no incêndio que consumiu um prédio nos arredores de Londres subiu para 17. No entanto, o balanço final pode ser ainda mais trágico porque dezenas de pessoas continuam desaparecidas. A primeira-ministra britânica pediu uma investigação à tragédia de Grenfell, onde o incêndio só foi extinto ao fim da manhã.

  • Theresa May ordena investigação a incêndio em Londres
    3:46

    Mundo

    Pelo menos 17 pessoas morreram no incêndio que ontem consumiu uma torre residencial de 24 andares na capital britânica. O número deverá aumentar nas próximas horas, quando as autoridades já não esperam encontrar sobreviventes. A primeira-ministra pediu uma investigação completa ao incidente.

  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23

    País

    A Proteção Civil emitiu um alerta para o tempo frio e seco e pede cuidados redobrados. As temperaturas já começaram a descer, com regiões a registarem valores negativos. No interior, podem chegar aos 5 graus negativos. Até ao Natal o tempo vai manter-se frio, seco e com ausência de chuva.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01
  • Marcelo evita "ideia de que o ano foi todo muito bom"
    3:14

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa disse esta sexta-feira que 2017 teve "o melhor e o pior" e que "é preciso evitar a "ideia que o ano foi todo muito bom". O Presidente da República fez estas declarações depois de António Costa ter dito que a nível económico este "foi um ano particularmente saboroso".