sicnot

Perfil

Mundo

Cuba rejeita "retórica hostil" de Donald Trump

Cuba rejeita "retórica hostil" de Donald Trump

O Governo cubano rejeitou aquilo a que chamou de "retórica hostil" do Presidente Donald Trump, que anunciou as suas políticas para Havana, mas afirmou que vai manter um "diálogo respeitoso" com os Estados Unidos em assuntos de interesse mútuo.

Num comunicado divulgado nos 'media' estatais na sexta-feira à noite, a administração do Presidente Raul Castro afirmou que o discurso de Trump estava "carregado com retórica hostil que faz lembrar os tempos de confronto aberto".

O longo comunicado adota, no entanto, um tom conciliatório, dizendo que Cuba quer continuar negociações com os Estados Unidos em diversos temas.

Cuba afirma que "os últimos dois anos mostraram que os dois países podem cooperar e coexistir de forma civilizada".

Trump denunciou na sexta-feira o acordo com Cuba, promovido pelo seu antecessor, Barack Obama, durante um discurso em Miami, no Estado da Florida, em que criticou o regime cubano, classificando-o como "brutal".

O Presidente norte-americano justificou a denúncia do acordo por este "não ajudar os cubanos e enriquecer o regime".

Por outro lado, o ocupante da Casa Branca prometeu: "Agora, que sou Presidente, os EUA vão denunciar os crimes do regime Castro".

Trump apontou ainda o "sofrimento" dos cubanos "durante cerca de seis décadas".

Um dos principais negociadores do acordo durante a Presidência Obama, Ben Rhodes, já criticou a decisão de Trump, considerando que devolve a relação bilateral "à prisão do passado" e dá ao castrismo "uma oportunidade" para se reforçar no poder.

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22