sicnot

Perfil

Mundo

Merkel diz que Papa a encorajou a lutar pelo Acordo de Paris

O Papa Francisco recebeu hoje no Vaticano a chanceler alemã Angela Merkel e os dois líderes discutiram temas como as relações multilaterais, a importância de África e o Acordo de Paris sobre combate às alterações climáticas.

Depois do encontro, que durou 38 minutos, Merkel referiu aos meios de comunicação a sintonia de ambos em temas como a importância das relações multilaterais sem muros ou a importância do continente africano pela sua proximidade com a Europa.

Também discutiram, segundo Merkel, a proteção do meio ambiente e o Acordo sobre o Clima de Paris, sublinhando que é uma "pena" a decisão do Presidente norte-americano, Donald Trump, em abandonar o pacto internacional sobre o combate às alterações climáticas.

Angela Merkel disse que o Papa estava "muito de acordo" sobre estas questões.

Também falaram sobre a defesa dos tratados internacionais e sobre a próxima cimeira do G-20, que a Alemanha acolherá entre 07 e 08 de julho, em Hamburgo.
Merkel chegou ao Vaticano acompanhada pelo marido, Joachim Sauer, e foram recebidos pelo prefeito da Casa Pontifícia, o também alemão Georg Ganswein.

A chanceler alemã, filha de um pastor luterano, encontrou-se em audiência privada com o papa na biblioteca do Palácio Apostólico.

O Papa também expressou os seus pêsames pela morte do ex-chanceler alemão Helmut Kohl, que faleceu na sexta-feira aos 87 anos, que governou a Alemanha entre 1982 e 1998.

Angela Merkel encontrou-se também com o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, e posteriormente visitou o cemitério alemão situado ao lado da basílica de São Pedro e onde se encontra um centro cultural dedicado ao papa emérito Bento XVI.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.