sicnot

Perfil

Mundo

Merkel diz que Papa a encorajou a lutar pelo Acordo de Paris

O Papa Francisco recebeu hoje no Vaticano a chanceler alemã Angela Merkel e os dois líderes discutiram temas como as relações multilaterais, a importância de África e o Acordo de Paris sobre combate às alterações climáticas.

Depois do encontro, que durou 38 minutos, Merkel referiu aos meios de comunicação a sintonia de ambos em temas como a importância das relações multilaterais sem muros ou a importância do continente africano pela sua proximidade com a Europa.

Também discutiram, segundo Merkel, a proteção do meio ambiente e o Acordo sobre o Clima de Paris, sublinhando que é uma "pena" a decisão do Presidente norte-americano, Donald Trump, em abandonar o pacto internacional sobre o combate às alterações climáticas.

Angela Merkel disse que o Papa estava "muito de acordo" sobre estas questões.

Também falaram sobre a defesa dos tratados internacionais e sobre a próxima cimeira do G-20, que a Alemanha acolherá entre 07 e 08 de julho, em Hamburgo.
Merkel chegou ao Vaticano acompanhada pelo marido, Joachim Sauer, e foram recebidos pelo prefeito da Casa Pontifícia, o também alemão Georg Ganswein.

A chanceler alemã, filha de um pastor luterano, encontrou-se em audiência privada com o papa na biblioteca do Palácio Apostólico.

O Papa também expressou os seus pêsames pela morte do ex-chanceler alemão Helmut Kohl, que faleceu na sexta-feira aos 87 anos, que governou a Alemanha entre 1982 e 1998.

Angela Merkel encontrou-se também com o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, e posteriormente visitou o cemitério alemão situado ao lado da basílica de São Pedro e onde se encontra um centro cultural dedicado ao papa emérito Bento XVI.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28