sicnot

Perfil

Mundo

Advogado nega que Trump esteja a ser investigado por obstrução à justiça

Joe Skipper

Um dos advogados do Presidente dos Estados Unidos negou que o chefe de Estado esteja a ser investigado por obstrução à justiça, apesar das mensagens do próprio Donald Trump, que aparentemente reconheciam a existência do processo.

"O Presidente (Donald Trump) não está sob investigação da Procuradoria. Ponto final", disse Jay Sekulow, um dos advogados do Presidente dos Estados Unidos, em entrevista ao programa Meet the Press.

"Não está, nem esteve sob investigação por obstrução", sublinhou o advogado ao referir-se às notícias que indicavam que o procurador Robert Mueller estava a investigar Donald Trump.

O jornal Washington Post que citava funcionários judiciais que pediram o anonimato referia, na quinta-feira, que Mueller estava a investigar a suposta interferência da Rússia nas eleições presidenciais dos Estados Unidos e os contactos entre Moscovo e Donald Trump.

A notícia indicava que o chefe de Estado estava a ser investigado num caso de obstrução à justiça.

Após a publicação da notícia do Washington Post, o chefe de Estado difundiu através da rede social Twitter uma mensagem em que aparentemente reconhecia que estava a ser investigado. "Estou a ser investigado por ter despedido o diretor do FBI, pelo homem que me disse para afastar o diretor do FBI! 'Caça às bruxas'", escrevia Donald Trump.



O advogado, Jay Sekulow, vem agora frisar que Trump estava a referir-se à "história falsa" do Washington Post, acrescentando que a mensagem divulgada, através do Twitter, não significava o reconhecimento de que o Presidente era o alvo da investigação.

Mueller foi nomeado para o cargo de procurador especial após o afastamento do diretor do FBI, James Comey, que conduzia a investigação sobre a eventual rede russa que supostamente influenciou o resultado das eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

Lusa

  • "Ataque terrorista" no centro de Barcelona

    Ataque em Barcelona

    Uma carrinha atropelou várias pessoas esta tarde em Barcelona, Espanha, na área turística de Las Ramblas. A polícia confirma oficialmente um morto e 32 feridos, mas outras fontes asseguram a existência de várias vítimas mortais. As autoridades falam de um "ataque terrorista" e revelaram a foto do suspeito.

    Direto

    SIC

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19