sicnot

Perfil

Mundo

Criança leva bomba da II Guerra para a creche

Southern Hesse Police

Uma criança causou o pânico depois de levar uma bomba da II Guerra Mundial para uma creche alemã. Segundo a polícia local, a criança encontrou a bomba na floresta, durante uma caminhada perto da cidade de Darmstadt, no Estado de Hessen. Esta quarta-feira o jardim de infância teve de ser evacuado para que uma equipa especializada pudesse retirar o explosivo do local.

A história é contada pelo jornal brasileiro O Globo, que diz que o objeto foi encontrado em cima de uma prateleira da creche, esta quarta-feira, por educadores da instituição.

Assim que se aperceberam do tipo de objeto que era, retiraram as crianças do edifício e levaram-nas para uma zona de lazer, onde esperaram pelos serviços de emergência. A recolha da bomba decorreu de forma segura e as crianças puderam regressar à creche no próprio dia.

Todos os anos são encontradas mais de duas mil toneladas de bombas e munições na Alemanha. Em dezembro de 2016 mais de 54.000 pessoas foram obrigadas a sair da cidade de Augsburg, para que as autoridades desativassem uma bomba da II Guerra (1939-45) de 1,8 toneladas. Esta foi até hoje a operação que envolveu mais pessoas.

Já em março deste ano, oito mil pessoas também tiveram de ser retiradas das suas casas em Dusseldorf, após uma bomba não deflagrada da II Guerra Mundial ter sido encontrada. A bomba pesava 250 quilos.

  • Moutinho e Rafael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • "Procedi nesta matéria como procedo em todas as outras"
    0:40

    País

    O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, não esclarece se falou diretamente com Rui Rio sobre o projeto de lei dos combustíveis do CDS antes do voto favorável estar decidido. No entanto, disse que o processo de decisão foi igual a todos os outros. O presidente do PSD era contra o diploma dos centristas.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisao com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.