sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 77 mortos em acidente com camião na República Centro-Africana

Goran Tomasevic

Pelo menos 77 pessoas morreram num acidente de viação na estrada entre Bambari e Ippy, na República Centro-Africana, alegadamente devido a falhas técnicas ou a sobrecarga do camião de mercadorias em que também seguiam passageiros.

Um responsável do hospital de Bambari (centro do país), Michel Zahandji, indicou que "59 cadáveres foram depositados na morgue do hospital de Bambari e 18 foram levados pelos familiares para enterro".

Cerca de 60 feridos deram entrada na mesma estrutura hospitalar, acrescentou a Médicos Sem Fronteiras (MSF).

"Um veículo de 10 rodas, que transportava toneladas de mercadoria e pessoas a caminho do mercado de Maloum caiu ao fazer marcha-atrás, com toda a sua carga", explicou o presidente da câmara de Bambari, Abel Matchipata.

No total, as autoridades registaram 77 mortos, "na sua maioria homens".

"Mas há muitos feridos, alguns dos quais em estado grave", confirmou um guarda de Bambari, acrescentando que foi aberto um inquérito para determinar as causas do acidente.

O acidente pode ter ocorrido devido a "falhas técnicas ou à sobrecarga", disse.

"Não é a primeira vez que um acidente destes acontece. Há por aqui elementos da guarda e forças da ONU, mas deixam passar veículos sobre os quais as pessoas viajam empoleiradas como pássaros", criticou Hubert Tchénebou, habitante de Bambari ouvido pela agência France Presse.

Lusa

  • João Galamba deixa de ser porta-voz do PS

    País

    João Galamba vai deixar de ser porta-voz do PS e de integrar a comissão permanente do partido. A nova porta-voz dos socialistas vai ser Maria Antónia Almeida Santos, que já integrava a comissão independente, órgão de direção política do PS.

  • Mariano Rajoy não vai convocar eleições antecipadas
    1:24

    Mundo

    O governo espanhol está por um fio por causa de um processo de corrupção a envolver dirigentes do PP. O PSOE apresentou uma moção de censura e o Ciudadanos pede eleições antecipadas. O chefe do governo, Mariano Rajoy, já disse que não vai convocar eleições.