sicnot

Perfil

Mundo

Trump na Europa para cimeira G20 inicia programa na Polónia

Yuri Gripas/ Reuters (Arquivo)

O presidente norte-americano, Donald Trump, inicia hoje na Polónia o programa oficial da sua segunda visita oficial à Europa, durante a qual participa na cimeira do G20 e vai reunir-se com o chefe de Estado russo, Vladimir Putin.

A primeira visita, em maio, ficou marcada pela insistência de Donald Trump no aumento das contribuições dos aliados para o orçamento da NATO.

Na capital polaca, onde aterrou quarta-feira à noite, o programa do presidente norte-americano inclui um encontro com o homólogo polaco, Andrzej Duda, seguido de conferência de imprensa.

Em Varsóvia, Trump vai também participar numa cimeira de 12 países da Europa Central e Oriental, e discursar aos polacos na central praça de Krasinski, local simbólico que acolhe o monumento à insurreição da população da capital polaca durante a ocupação nazi.

De Varsóvia, Trump viaja à tarde para Hamburgo, norte da Alemanha, onde participa na sexta-feira na Cimeira do G20 e, à margem desta, reúne-se com o seu homólogo russo, Vladimir Putin.

Além do presidente russo, Donald Trump vai reunir-se com pelo menos nove outros dirigentes estrangeiros, incluindo a chanceler alemã, Angela Merkel, à margem da cimeira de países industrializados e emergentes.

Lusa

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.