sicnot

Perfil

Mundo

Jovem italiano desaparecido há seis anos encontrado desorientado em Madrid

Um italiano que desapareceu de Palermo, em Itália, em 2011, foi encontrado pelas autoridades em Torrejón de Ardoz, na província de Madrid. Quando foi localizado, o homem, agora com 26 anos, estava descalço e desorientado. Entretanto, a identidade foi confirmada pela mãe, que adiantou ainda que o filho era autista.

De acordo com o El Mundo, Marcello Volpe foi encontrado desorientado e sem documentação a andar pela rua, acabando por tornar a tarefa de identificação complicada. Também a sua capacidade de comunicação dificultou a situação, uma vez que não fala e só consegue comunicar através de gestos.

A Polícia Nacional de Madrid começou a contactar as associações espanholas de pessoas desaparecidas e, depois de não conseguirem chegar a nenhuma conclusão, decidiu entrar em contacto com a Unidade Policial de Coordenação Internacional. Foi nesta altura que colocaram a hipótese de o homem encontrado ser Marcello Volpe.

Laura Zarcone foi localizada e contactada pelas autoridades espanholas e, no primeiro instante, não quis acreditar que poderia ser o seu filho.

A mulher recebeu várias fotografias, com as quais conseguiu comprovar, através de sinais de nascença, que aquele era mesmo o seu filho. Laura Zarcone viajou de Sicília até Madrid, onde Marcello Volpe reconheceu a mãe, que já não via há cerca de seis anos.

Desde 2011, os media italianos publicaram vários possíveis avistamentos do jovem, mas nunca foram confirmados. Em 2014, terá sido visto na região de Emília-Romana, a 80 quilómetros de Bolonha. Já em 2015, a família de Marcello Volpe voltou a sentir-se esperançada quando o jovem terá sido visto na zona universitária de Trento.

Até ao momento, as autoridades ainda não conseguiram descobrir o que se passou durante os anos em que esteve desaparecido, uma vez que Marcello Volpe não consegue falar e só comunica através de gestos e "frases incompreensíveis", segundo o jornal espanhol.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.